saúde

Varíola animal em Minas

Raíssa Oliveira (Hoje em Dia)
Publicado em 08/09/2022 às 21:26.

Uma a cada quatro pessoas com suspeita de varíola dos macacos em Minas recebe o diagnóstico da doença após submeter-se ao teste. A taxa de positividade de 24% – semelhante à registrada no 1º pico da pandemia da Covid – é considerada elevada por infectologistas, que também cobram a realização de mais exames. 

De acordo com o médico Unaí Tupinambás, ex-integrante do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus em Belo Horizonte, o índice ideal é abaixo de 5%. Ele alerta para o risco de subnotificação. 

“Infelizmente, a gente está fazendo pouco teste. Temos uma doença muito ativa. Há muitas pessoas contaminadas e poucas suspeitas sendo testadas. Todo indivíduo suspeito de estar com a doença tem que fazer o teste”, afirma.

Cerca de 80 amostras chegam à Fundação Ezequiel Dias (Funed) por dia. Segundo o analista do Serviço de Virologia, Marcos Vinícius Ferreira Silva, são necessários três dias para divulgar diagnóstico.

“É uma demanda espontânea das unidades de saúde que podem coletar a amostra e encaminhar para o laboratório. Cabe ao profissional de saúde notificar o caso e recolher a amostra via PCR. Para isso, é recolhida a amostra da secreção ou a crosta (feridas na pele) e, então, iniciamos uma série de procedimentos para detectar o material genético do vírus”, disse.

Referência no país para o diagnóstico do vírus monkeypox, a Funed analisou amostras de 1.210 pessoas entre junho a agosto. Quase mil eram de mineiros e 138 de outros estados.  

LETALIDADE BAIXA
Mais de 300 casos de varíola dos macacos foram confirmados em Minas. Uma pessoa morreu em BH – foi o 1º óbito registrado no país. Apesar da baixa letalidade, as pessoas não podem baixar a guarda. E é preciso mais ações de conscientização. 

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por