Entre junho de 2020 e maio deste ano, 101 recém-nascidos tiveram suas vidas salvas graças ao atendimento oferecido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira, que comemora dois anos de atuação. 

Com infraestrutura e recursos técnicos de última geração, como respiradores e berços, a unidade está munida de equipamentos capazes de garantir a assistência necessária à saúde dos bebês. 
 
Conquista
“A UTI Neonatal do HC é uma conquista importante para todo o Norte de Minas, que tinha um número reduzido de leitos disponíveis. A UTI Neonatal significa, então, salvar vidas, que, muitas vezes, poderiam ser perdidas na busca por leitos em outras regiões do Estado. Nos orgulhamos de poder cuidar de tantas vidas. Nos sentimos gratificados”, frisa a médica Raquel Muniz.

A UTI Neonatal do HC dispõe de dez leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e dois para a rede privada e convênios. Ser conveniada à rede pública, de acordo com a coordenadora da UTI Neonatal, Neila Maria Lopes Oliveira Martins, é fundamental para atender à grande demanda do Norte de Minas. 

Histórias
À frente da unidade desde a inauguração da maternidade, em dezembro de 2017, a médica lembra das vidas que passaram pela UTI e afirma que são histórias marcantes, já que cada família sempre demonstrou gratidão pelo atendimento da equipe. 

Para a coordenadora da Enfermagem Neonatal, Priscila Antunes Oliveira, o trabalho em conjunto, apesar de ser complexo, tem que ser contínuo, pois “permite definir protocolos e treinamentos de acordo com a demanda do setor e colabora para a melhoria da assistência neonatal”.

A UTI Neonatal é usada quando há necessidade de atenção a um recém-nascido em estado crítico. Além da infraestrutura de ponta, o HC tem como diferencial o atendimento humanizado, que enxerga o ser humano além do paciente em si.