Adolescentes de 12 a 17 anos serão incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19. A inclusão será iniciada após envio da primeira dose para a vacinação de adultos com mais de 18 anos. Adolescentes com comorbidades serão os primeiros a serem imunizados.

A informação foi divulgada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nas redes sociais na noite de terça-feira. A medida foi acertada durante reunião entre o ministério e representantes de estados e municípios. 

Também foi definido que, após a distribuição da primeira dose dos imunizantes para todo o país, o ministério deve decidir sobre a antecipação do intervalo entre as duas doses da Pfizer, que, atualmente, é de 90 dias. Na bula do fabricante, o intervalo é de 21 dias. 

A redução é estudada para acelerar a imunização diante do crescimento dos casos de pessoas infectadas com a variante Delta do vírus da Covid-19. 

“Nossa expectativa é atingir a população acima de 18 anos até o começo de setembro. A partir daí, vamos discutir a redução no intervalo da dose da Pfizer, assim a gente avançaria com a segunda dose em um número maior de pessoas e também os abaixo de 18 anos”, explicou o ministro. 

Os estados e municípios ainda deverão seguir as orientações do Ministério da Saúde sobre os intervalos entre as doses de vacinas e outras recomendações do PNI. 
 
NOVO LOTE
Minas iniciou ontem a distribuição de mais 878.040 doses de vacinas contra a Covid-19. São 330.600 doses da CoronaVac, 338.010 da AstraZeneca e 209.430 doses do imunizante da Pfizer. 

O envio para as regionais de Saúde acontece hoje, por transporte aéreo e terrestre. A previsão é a de que, até sexta-feira, todas as unidades já tenham recebido o novo lote.

Montes Claros espera a chegada dos imunizantes para retomar a vacinação das pessoas com 29 anos ou mais. A aplicação das doses foi suspensa na segunda-feira por falta de estoque. A segunda dose continua sendo disponibilizada normalmente. 
*Com Agência Brasil e Agência Minas