Eleitores de Montes Claros têm exatamente um mês para colocar a situação em dia, realizando o recadastramento biométrico. O prazo final é 21 de fevereiro e, apesar da proximidade com a data limite, apenas 68% das pessoas procuraram o Cartório Eleitoral de Montes Claros.

A cidade precisa ter pelo menos 200 mil eleitores com a biometria cadastrada para realizar segundo turno. “Estamos muito atrasados ainda, com apenas 68% de eleitores recadastrados (cerca de 186 mil)”, explica Helen Guimarães, chefe da 185ª Zona Eleitoral.

“As pessoas acham que nunca acontece com elas e deixam para depois. Mas os títulos começarão a ser cancelados a partir de 22 de fevereiro”, alerta.

Sem atingir a meta, a cidade corre o risco de não ter segundo turno nas eleições, mas a penalidade maior será para o eleitor que deixar de fazer o procedimento.

“Além de não poder votar nas próximas eleições e ter o título cancelado, o eleitor ficará impedido de tirar passaporte, contrair empréstimo em bancos públicos, renovar matrícula em estabelecimento oficial de ensino ou inscrever-se em concurso público. Faltam ainda 14 mil eleitores, mas vamos conseguir”, diz a servidora, confiante nas campanhas de divulgação e na consciência do eleitor.

HORÁRIO AMPLIADO 
Para conseguir atender a demanda, o Cartório Eleitoral está funcionando de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h, e com plantões programados para os três sábados de fevereiro: 1º, 8 e 15, com atendimento de 8h às 17h. No local, estão disponíveis 19 guichês, sendo a maioria para o atendimento agendado.

A empresária Syomara Tereza revela que não teve dificuldade para fazer a biometria. “Agendei pelo site. No dia marcado eu compareci e fui atendida rapidamente”, afirma.

Já a jornalista Gal Bernardo diz que, como agente da notícia, se sente mal por ainda não ter feito a biometria, mas não encontrou uma boa data.

“Já tentei agendar, mas as datas disponíveis não coincidem com o período em que estou na cidade. Tenho que encontrar uma alternativa, mas ainda não sei como vai ser. Tenho receio de ter travada a minha aposentadoria”, afirma.

A autônoma Érika Mesquita tentou fazer o agendamento por telefone, mas não conseguiu. Prestes a finalizar o prazo, decidiu tirar o dia de folga para ir ao cartório.

“Não sabia que poderia agendar pelo site. Tentei várias vezes por telefone e não consegui, então resolvi vir até aqui. Levei mais de duas horas para concluir o processo”, pontuou Érika, que saiu do cartório com o novo título em mãos.

O agendamento pode ser feito pelo Disque Eleitor, no 148, ou no site do TRE (tre-mg.jus.br).

 


As cidades de Glaucilândia, Itacambira, Claro dos Poções (Zona 184ª), Mirabela, Patis e Juramento (Zona 185ª), subordinadas à Região Eleitoral de Montes Claros, já encerraram o recadastramento e todas cumpriram a meta de 80%