Wendell Lessawendell_lessa@yahoo.com.br

Fuja da sedução de palavras (Provérbios 5.1-6)

Publicado em 25/01/2023 às 21:43.

O pecado é assim: ele envolve, escraviza e promove a vergonha. Adão, depois de haver pecado contra o Senhor, percebeu-se nu, teve vergonha de seu ato e de si mesmo e, então, foi se esconder (Gn 3.10).

No salmo 119.11, o salmista nos ensina a fórmula eficaz para se vencer a tentação: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”. O sentido do verbo “guardar” nesse versículo é muito mais abrangente da maneira como normalmente nós o utilizamos. Não se trata apenas de guardar algo aleatoriamente, como quem guarda uma roupa no armário, mas significa guardar algo muito valioso em um cofre, como se guarda um precioso e único tesouro, a fim de buscá-lo em momento oportuno.

À medida que lemos e meditamos na Palavra do Senhor, sob a ação iluminadora do Espírito Santo, guardamos as instruções da Palavra de Deus em nossos corações e, desse modo, nós nos preparamos para enfrentar as tentações. As tentações vêm de repente. Elas sempre nos pegam de surpresa. São sorrateiras e envolventes.

Se estivermos despreparados, como uma criança inocente, ela nos atingirá e, muito provavelmente, pecaremos contra os mandamentos do Senhor. Por essa razão, todo crente piedoso e temente a Deus entende que é mais do que necessário guardar diária e continuamente a Palavra de Deus em nossos corações como um precioso tesouro, a fim de não pecarmos contra a santidade do Senhor.

Se a guardarmos no coração, não teremos do que nos envergonhar diante de Deus e das pessoas (Sl 119.6). Pessoas passam vergonha porque promovem o pecado em suas vidas e precisam lidar com suas terríveis consequências. Caindo em tentação, elas pecam e, ao pecarem, tornam públicos seus atos e são envergonhadas publicamente diante de todos. O pecado é assim: ele envolve, escraviza e promove a vergonha. Adão, depois de haver pecado contra o Senhor, percebeu-se nu, teve vergonha de seu ato e de si mesmo e, então, foi se esconder (Gn 3.10).

O pecado nos envergonha. Devemos, portanto, estar atentos diante das tentações. O diabo, nosso adversário, sempre lançará contra nós tentações com o objetivo de nos fazer pecar. Precisamos ser vigilantes. Por isso, o escritor dos Provérbios nos orienta, como um pai orientando seu filho, a atender à sabedoria, inclinar os ouvidos à inteligência, ser discreto e guardar o conhecimento, a fim de se municiar contra os ataques sedutores do pecado.

A tentação é representada no capítulo 5 de Provérbios como uma “mulher”. Essa mulher é sedutora. Ela usa suas palavras para seduzir o coração do jovem “inocente” (a quem falta prudência e juízo). Suas palavras são agradáveis como mel (Pv 5.3). Devemos nos lembrar de que a antiga serpente também ofereceu um fruto “bom para se comer, agradável aos olhos e desejável” (Gn 3.6). Todos os verbos utilizados na primeira tentação apontam para os “sentidos” do ser humano. As tentações sempre têm preferências pelas sensações, menos que pela razão. É mais fácil seduzir alguém “carente de inteligência” atacando seus sentidos. Geralmente pecamos pelo que “vemos”, “ouvimos”, “comemos ou bebemos”, “cheiramos” ou “tocamos”.

As imoralidades, especialmente sexuais, sempre nascem de um desses sentidos. Quase sempre “vemos” o que não deveríamos ver e, depois, por alimentar nossa cobiça, “tocamos” naquilo que não deveríamos tocar. Assim são todos os desvios sexuais: a pornografia, a fornicação, o adultério etc.

Como vencer essas tentações? Guardando no coração a Palavra do Senhor. Quando as tentações nos sobrevêm, não dá tempo de abrirmos a Bíblia ou de acessarmos o sermão do último domingo; a resposta deve ser rápida. Por isso, a Palavra deve ser acessada rapidamente. Se ela estiver no coração, o Espírito Santo nos fará lembrar as verdades da Lei do Senhor e purificará nossa alma de toda má consciência e intenção.

Devemos, portanto, nos alimentar diária e consistentemente da Palavra do nosso Senhor. Lembremo-nos de que Jesus Cristo é nosso único e suficiente alimento para a vida (Jo 6.35). 

Soli Deo Gloria!

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2023Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por