Aldeci XavierJornalista, articulista, analista político e empresarial | aldecixavier@gmail.com

Exclusivo

Publicado em 10/06/2022 às 20:40.

A coluna sai na frente e traz informação de que está praticamente formalizada a chapa da situação em Minas. O nome será mesmo do deputado federal Marcelo Aro (PP), líder do governo na Câmara. O principal fato em toda história é a decisão de Aro de ter que escolher a presidente da Câmara de Belo Horizonte, Nely Aquino (Podemos), para sucedê-lo no Congresso. Ele inclusive já está procurando suas bases tentando transferir o apoio. Prefeitos do Norte de Minas já estão sendo contactados.
 
Adversário de Zema
Tomando como base as visitas do governador Zema pelo interior do Estado, é possível afirmar que hoje o seu principal adversário nas andanças é mesmo o cidadão conhecido como Eric Gonçalves, responsável pela chefia do cerimonial. O tratamento dispensado à imprensa e dirigentes de entidades tem sido regado a rispidez e falta de educação. Se agora, em plena véspera de campanha, este é o tratamento dispensado ao eleitor, imagina após a eleição. Será que o governador tem conhecimento e respalda este tipo de comportamento?
 
PSDB/MDB
Passamos a vida inteira imaginando que cada partido político tinha a sua vida própria e o comportamento era regido pelo estatuto. Hoje percebemos que a diferença está unicamente na sigla e, quando muito, na defesa de posicionamento pessoal objetivando distribuir privilégios. Agora mesmo, o PSDB e MDB, até então inimigos históricos, decidem coligar em apoio à candidatura da senadora Simone Tebet (PMDB-MS). Vale lembrar que o Cidadania está na mesma embarcação. Como bem disse o deputado mineiro Aécio Neves (PSDB), que votou contrário, a decisão é apenas formal e sem perspectivas.
 
Aécio Neves
O deputado federal e ex-governador de Minas Aécio Neves (PSDB), que votou contra a coligação do seu partido com o MDB, por ser Bolsonaro declarado, antecipa o estrago que a federação fará nos estados. Ele cita a coligação do seu partido, que inviabilizará entendimento na maioria dos estados brasileiros.
 
Intérprete de libras
Não consigo entender o fato de em Montes Claros, um município de mais de 400 mil habitantes, a prefeitura não utilizar intérpretes de libras em seus eventos, quando o país inteiro defende a inclusão social. Deveria seguir o exemplo do governo federal. É preciso que tanto o chefe do Executivo, como a secretaria de Educação, respondam à indagação. Aliás, a mesma falha é cometida pelo governador Zema, que também entende que os surdos não têm direito a participar dos eventos do seu governo.
 
Cristiano Gilvan
Depois de mais de 20 anos de serviços prestados à Unimontes, o jornalista Cristiano Gilvan, carinhosamente apelidado de Salsicha, deixou a instituição para transferir residência para a Dinamarca. Durante vários anos trabalhamos juntos no Jornal de Notícias.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por