Desafios para jovens empreendedores

Espaço do Empreendedor / 24/11/2021 - 00h05

Arleandro Rodrigues
Analista do Sebrae Minas

No Brasil, país com um mercado de trabalho fragilizado, uma parcela significativa dos jovens busca uma forma de se inserir economicamente e conseguir independência financeira. Segundo o IBGE, em pesquisa publicada em agosto deste ano, o Brasil já ultrapassa 14,8 milhões de desempregados, o que representa 14,7% da população economicamente ativa. O índice é maior, entretanto, entre jovens de 14 a 17 anos – 46% destes estão em busca de trabalho. Já na faixa etária de 18 a 24, o desemprego afeta 31%. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae, no segundo trimestre deste ano, apenas 6,8% dos empreendedores brasileiros eram jovens entre 18 a 24 anos, público que encontra grande dificuldade em conseguir uma fonte de renda, seja por meio de um emprego formal ou mesmo pelo empreendedorismo. 

Apesar dessas dificuldades, as novas gerações de empreendedores são mais independentes, tanto no que diz respeito à criatividade quanto ao desenvolvimento, mas ainda carecem muito de conhecimento. Uma pesquisa publicada pelo Sebrae em 2019 mostra que os empresários mais jovens realizaram cursos sobre empreendedorismo antes de iniciarem suas jornadas.

De uma forma crítica aos modelos educacionais, as crianças e jovens são preparados com muitos conteúdos durante anos para serem aprovados em processos seletivos e ingressarem em uma faculdade, e só depois buscam uma ocupação no mercado de trabalho, que quase sempre exige uma experiência profissional. 

Podemos citar o exemplo de Bill Gates, que abandonou o modelo tradicional de educação e montou em uma garagem a empresa que iria revolucionar o mundo. Não pretendemos com essa citação incentivar os jovens a deixarem os estudos, mas sim, cobrar a necessidade de incluir a educação empreendedora nos modelos atuais de ensino. 

Pesquisas comprovam que o grande diferencial dos jovens que abriram um negócio próprio recentemente é a busca por conhecimento e por ideias criativas. Quem empreende sabe que é preciso desenvolver competências multidisciplinares para gerir com sucesso o seu negócio. É necessário reunir criatividade, inovação, visão de futuro, postura frente aos riscos, organização, resiliência e curiosidade, entre outras qualidades. 

Para os jovens que pretendem empreender, seguem algumas dicas:

1º - Busque se capacitar com conteúdos sobre empreendedorismo que irão identificar oportunidades no mercado e verificar a viabilidade econômica de um possível negócio

2º - Observe o mercado e, principalmente, o comportamento das pessoas de uma determinada região. Pode ser que até mesmo no seu próprio bairro exista um problema e uma oportunidade de criação de um produto ou serviço 

3º - Fique atento aos modelos de startup. Com uso correto da tecnologia, eles podem demandar baixo custo de desenvolvimento e oferecer oportunidade de crescimento exponencial, uma vez que, dependendo do setor, têm potencial para atender a um grande público 

4º- Não tenha medo de errar. O erro faz parte do desenvolvimento empreendedor. A questão é entender o que pode ser melhorado

5º- Tenha um mentor, alguém com experiência que já tenha passado por dificuldades no processo empreendedor e que tenha um negócio de sucesso. Experiência faz muita diferença.

Publicidade
Publicidade
Comentários