Crédito na pandemia

Espaço do Empreendedor / 29/04/2020 - 00h45

Para auxiliar os pequenos negócios durante a pandemia do coronavírus, no dia 20 de abril, o Sebrae formalizou uma parceria com a Caixa Econômica Federal para a criação de uma linha de crédito específica para as micro e pequenas empresas com faturamento de até 4,8 milhões. Por meio dela, os empresários que solicitarem o “crédito da parceria” vão contar com o FAMPE - Fundo de Aval da Micro e Pequena Empresa, que serve como uma garantia complementar e permite tornar o crédito mais barato, os prazos mais flexíveis e a carência para começar a pagar, maior.

Buscar crédito para sustentar os negócios e honrar dívidas é uma solução que tem sido procurada por muitos empresários durante a pandemia do coronavírus. Se usado de maneira correta, pode ser mesmo uma solução, mas, caso contrário, pode se tornar um grande problema no pós-crise.

1°- Identifique a necessidade de crédito para o seu negócio.

É importante saber qual a finalidade e calcular o valor a ser financiado. Ter claras essas informações é importante para evitar que o crédito se torne um problema ao invés de uma solução para o seu negócio.

2°- Busque informações, pesquise e escolha a instituição financeira.

Saiba que os limites disponibilizados, os valores e as taxas cobradas variam de banco para banco. E mais: eles precisam estar alinhados à sua necessidade de capital e à sua capacidade de pagamento.

3° - Analise os fatores de restrição.

É fundamental que o CNPJ e o CPF do empresário/sócio estejam em dia. Primeiro renegocie qualquer dívida, se houver, e só depois vá em busca do crédito.

4° - Elabore seu plano de negócio.

É importante demonstrar para o banco que o seu negócio é financeiramente viável. Algumas instituições preferem que você use somente a ferramenta disponibilizada por elas para que você preencha o seu projeto de viabilidade.

5° - Organize-se antes de ir à instituição financeira.

Esteja com todas as informações e documentos que serão necessários para levar ao banco em mãos. Não se baseie em suposições - você deve estar decidido daquilo que realmente precisa.

É importante reforçar que nem sempre a resposta do banco será positiva, pois existem outros fatores que podem interferir diretamente na concessão do crédito.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários