2021 sem Seguro DPVAT

Editorial / 14/01/2021 - 00h01

O novo ano chega trazendo com ele esperanças de dias melhores e sonhos a serem realizados, mas traz também uma enxurrada de impostos a serem pagos: IPVA, IPTU, Taxa de resíduos sólidos, Taxa de licenciamento de carro e por aí, vai... 

Esse ano, a novidade que vem para trazer um alívio ao bolso dos brasileiros é a abolição, por parte do governo federal, do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). Isso mesmo! Esse ano nenhum proprietário de veículo precisará pagar o seguro.

A isenção é fruto de uma longa investigação que começou em 2016, com a instalação da CPI do Seguro DPVAT na Câmara dos Deputados. De autoria da mineira, então deputada federal, Raquel Muniz, a CPI mostrou não apenas as irregularidades na concessão do seguro, mas também que a empresa que tinha a autorização para gerenciar o DPVAT, a Seguradora Líder, tinha em caixa recursos suficientes para pagar as indenizações neste ano de 2021.

O Seguro, criado em 1974, tem como finalidade amparar vítimas de acidentes de trânsito em todo o país, independentemente de quem seja o culpado pelo acidente.

As indenizações variam de R$ 2.700 a R$ 13.500, dependendo da gravidade dos danos causados (morte, invalidez ou ferimentos de menor gravidade).

O alívio por enquanto é apenas para 2021, já que o seguro não foi extinto. Mas já é um bom refrigério para quem sempre começa o ano tentando equilibrar as contas a pagar com os recursos disponíveis. Ainda mais em tempos de pandemia, em que muitos tiveram redução na renda ou perderam o emprego. 

Que venham mais boas notícias e que 2021 seja um ano mais leve, não apenas para o bolso, mas para a vida no geral.

Publicidade
Publicidade
Comentários