Palanque para Bolsonaro

Coluna Esplanada / 28/05/2021 - 00h23

O Progressistas (antigo PP) era o partido dos sonhos para o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, confidenciou ele a aliados. Mas o comando nacional da legenda (senador Ciro Nogueira, claro) condicionou sua filiação ao controle do fundo eleitoral e partidário pela Executiva Nacional para investir nas candidaturas proporcionais. Ciro não queria arriscar o capital político do partido em um neófito no Executivo estadual depois de tanto escândalo no Rio. Castro optou pelo PL, controlado por Valdemar da Costa Neto e também – importante para o governador no cenário – aliado do presidente Jair Bolsonaro. Agora, o governador terá de correr por recursos para a sua campanha se quiser tentar se reeleger.

PI, DF, BA, Rio...
Como a Coluna publicou ontem, Bolsonaro vai fechando um cinturão de Estados com potenciais candidaturas e bom espólio eleitoral para ajudar na sua reeleição.
 
Mundo paralelo
Existe uma terra encantada e blindada no Universo, recheada de regalias, onde 11 pessoas decidem o que vai acontecer com eles próprios e com 200 milhões de plebeus.
 
Na moita
É tanto problema no país que esqueceram o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Com camburão da PF na porta, continua no cargo e forte, protegido pelo presidente.
 
Bicadas...
O presidenciável e governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), reuniu-se ontem a portas fechadas na Câmara com o deputado e ex-presidenciável Aécio Neves (MG). Leite foi sozinho, sem qualquer assessor ou segurança, para não chamar atenção.
 
...no ninho
Dentro do PSDB não é segredo que tem as digitais de Aécio o pré-lançamento de Leite ao Planalto. Um plano do grupo mineiro aliado a parte da ala paulista para barrar a candidatura do governador João Doria Jr (SP) pelo partido à Presidência da República.
 
Gratidão política
Ex-chefe de gabinete do deputado estadual Márcio Pacheco antes de se eleger vereador em 2017, o agora governador do Rio, Cláudio Castro, vai empregar o amigo e ex-patrão como secretário de Governo na vindoura reforma no secretariado.
 
Pista livre
Com a decisão do TSE de liberar a deputada federal Tábata Amaral para deixar o PDT sem perder o mandato, por configurar perseguição do partido, ela pode se filiar ao PSB. A sentença abre caminho também para outros oito deputados insatisfeitos com a legenda, que foram interpelados pela Executiva por apoiarem a reforma da Previdência.
 
Abandono de posto
A prefeitura de Martinho Campos, em Minas Gerais, soltou um card virtual pelo whatsApp de convite aos funcionários para que recepcionem o governador Romeu Zema amanhã na cidade. O “convite” é claro: “Esperamos que todos os servidores se façam presentes”.
 
Retorno
No 1º trimestre do ano, os clientes que tiveram seus Títulos de Capitalização contemplados somaram R$ 325,5 milhões de prêmios em dinheiro. A receita do mercado cresceu 3,3%, em comparação ao mesmo período de 2020, alcançando R$ 5,8 bilhões. As reservas técnicas – compostas pelos recursos de clientes com títulos de capitalização ativos – apresentaram alta de 5,8%, alcançando R$ 32,5 bilhões.
 
PF na tribo
O ministro do STF Luís Roberto Barroso determinou que a Polícia Federal mantenha guarda até segunda ordem nas principais aldeias das terras indígenas Yanomami e Mundurucu, no Norte do País, diante da invasão de garimpeiros.
 
Força na turbina
A Alerj, que já aprovou a lei que reduz o ICMS de aviação para incentivo às operações das companhias no Aeroporto do Galeão, aguarda agora a regulamentação da Secretaria de Fazenda do Governo. O Rio respira e continua a principal porta de entrada de estrangeiros no país ao lado de São Paulo.
 
Esplanadeira
# A Andi promove hoje o webnar “Jornalista amigo da criança” e lança a Análise de Mídia sobre a Primeira Infância.
# Unilever, Amigos do Bem e Central Única das Favelas vão distribuir 135 toneladas de macarrão Knorr para a população vulnerável de Pernambuco.
# Associação Brasileira de Comunicação Empresarial abre inscrições para 47ª edição do Prêmio Aberje.
 

Publicidade
Publicidade
Comentários