Pessoas que deixaram sua marca no mundo como Thomas Edison, Pablo Picasso, entre outras, tinham uma visão particular do processo de criação: elas defendiam que as ideias não surgem do acaso.

Para o publicitário James Webb Young, em seu livro sobre processo criativo, a fonte de ideias inovadoras é sintetizada em dois princípios. O primeiro diz que uma ideia é nada mais nada menos que uma combinação de elementos já existentes. O segundo defende que a possibilidade de realizar novas combinações a partir de elementos já testados depende de nossa capacidade de enxergar as relações que eles mantêm entre si.

De maneira bem prática, Young aponta cinco passos para que qualquer empresário ou empreendedor consiga produzir boas ideias:

Passo 1: Busque a informação crua

Absorva informações e conhecimentos sobre o tema ou questões envolvidas com o problema que se deseja solucionar.

Passo 2: Conecte as informações

Este momento é importante para descobrir como as informações se correlacionam com tudo o que estamos trabalhando.

Passo 3: Processo inconsciente

Nesta etapa, você deverá fazer outra coisa – isso mesmo, vá fazer qualquer outra coisa que não esteja relacionada com o problema. O seu cérebro vai trabalhar todas as conexões previamente estabelecidas no nível inconsciente. Isso fortalece as conexões e permite explorar algo que não estava muito claro quando você estava mergulhado nos problemas.

Passo 4: O momento “EURECA”

Com todas as conexões sendo trabalhadas consciente e inconscientemente, Young acredita que, como num clique, a relação que de fato será o embrião para a ideia que você está buscando simplesmente aparecerá. Não é mágica, é apenas o jeito como nosso cérebro funciona.

Passo 5: A hora da verdade

Chegou a hora de trabalhar a ideia mais concretamente, no nível de execução, com tudo o que será necessário para validar a possível solução junto à sua empresa e aos clientes. A dica é aprender rápido, fazer os ajustes finos e testar. Essa etapa acontece de maneira mais rápida e mais barata e possibilita que você evolua para uma solução eficaz.

Pronto! Repita este processo todas as vezes que precisar resolver algum problema no seu negócio. Naturalmente, a inovação virá.