No palco da Expofavela

Start up norte-mineira que leva a arquitetura para a periferia é selecionada para feira nacional

Leonardo Queiroz
09/04/2022 às 00:26.
Atualizado em 09/04/2022 às 10:27
“Podemos mostrar que nossas periferias é lugar de empreendedorismo, de transformação”, diz Hêdu Ribeiro (leo queiroz)

“Podemos mostrar que nossas periferias é lugar de empreendedorismo, de transformação”, diz Hêdu Ribeiro (leo queiroz)

A iniciativa de levar a arquitetura e o planejamento urbano para a periferia, dando ainda força para a atuação de profissionais negros, realizada por uma start up norte-mineira, conquistou os organizadores e um espaço na Expofavela 2022, que acontece de 15 a 17 de abril, em São Paulo.

O escritório Negrus Arquitetura Popular de Montes Claros foi o único do Norte de Minas selecionado para participar do evento nacional, que é uma feira de negócios voltada para empreendedores e start up de favelas.

A proposta é dar visibilidade para estas iniciativas e promover um palco para o encontro com investidores que possam acelerar estes empreendimentos. 

O Negrus Arquitetura Popular é um negócio de impacto social, um escritório de arquitetura popular que busca dar visibilidade a profissionais negros periféricos, focados em absorver as demandas de serviços de melhorias habitacionais nas favelas e periferias no Norte de Minas.

Os projetos são focados em soluções sustentáveis, contemplando pessoas de baixa renda, visando gerar qualidade de vida e efetivar o direito à moradia digna. 

A base de atuação do grupo é o método criado por Rodolfo Livingston, idealizador do “Arquitectos de Família”, reconhecido internacionalmente. Os serviços prestados são reformas habitacionais de baixa complexidade, através da qual se impacta socioespacialmente o território.

É oferecido um atendimento individual e/ou coletivo, sendo este último um outro diferencial no serviço da empresa, pois visa contemplar aqueles moradores que, não podendo investir individualmente em sua obra, faça-o de forma coletiva, por meio de “consórcio habitacional”. 

“A participação nesse evento é para nós um grande feito. Temos a oportunidade de mostrar ao Brasil a potencialidade das periferias e favelas de Montes Claros”, diz Hêdu Ribeiro, arquiteto popular do escritório.

Para ele, participar do evento nacional valoriza a criação do negócio, que nasceu na periferia, e serve como uma vitrine para as comunidades. “Podemos mostrar que nossas periferias é lugar de empreendedorismo, de transformação social e econômica”, afirma.
 
DESTAQUE
Para o arquiteto, participar da Expofavela 2022 é uma forma de apresentar Montes Claros como cidade pioneira na prestação de serviço de arquitetura popular. “É uma iniciativa inovadora, que surge com nosso escritório, primeiro do tipo. Assim, é uma grande responsabilidade, mas também uma grande honra trazer os olhares de grandes investidores para esse nosso sertão norte-mineiro”, comemora.

Moradia adequada se reverte em bem-estar
Os integrantes do escritório Negrus Arquitetura Popular enxergam a moradia como espaço existencial, indo além da visão de um mero bem patrimonial ou mercadoria imobiliária.

“Por isso nosso lema é ‘Sua casa, nossa causa’. Compreendemos a moradia como algo intrínseco à vida humana, por isso, para nós, cuidar da casa é cuidar do ser humano que habita nela”, afirma Hêdu Ribeiro, fundador do escritório que tem como sócios a arquiteta Ana Letícia Chaves Santos e Arthur Félix.

A proposta do negócio é a de que as melhorias habitacionais em favelas e periferias se revertam em qualidade de vida aos moradores. “Quando intervimos em uma moradia, levamos saúde e bem-estar aos moradores. Temos o poder de combater doenças respiratórias, melhorar as condições de salubridade, proporcionar segurança, além de agregar benefícios como valorização do imóvel e elevação da autoestima dos residentes”, explica o arquiteto.

De acordo com Hêdu, dados do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) mostram que apenas 15% dos brasileiros têm acesso ao serviço de arquitetos.

“Queremos, de fato, efetivar o direito à moradia digna através da democratização do serviço de arquitetura. Nossa gente merece casa saudável, bonita e segura. Existimos para isso”, ressalta.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por