O avanço do coronavírus em Montes Claros já faz com que o município registre uma média de 15 casos confirmados de Covid-19 por dia. O cálculo foi feito a partir dos diagnósticos positivos registrados na última semana, período em que a doença se propagou de forma acelerada também no Estado. 

Em 4 de julho, a maior cidade do Norte de Minas tinha, segundo o balanço da Secretaria de Estado de Saúde, 294 doentes e quatro mortes confirmadas. A atualização mais recente no site da prefeitura, ontem, já trazia 400 pessoas infectadas e cinco óbitos. Significa que mais de um terço (36%) dos casos totais foram descobertos nos últimos sete dias. 

Em todo o território mineiro, já são 70.086 casos confirmados – 3.222 entraram para a estatística nas últimas 24 horas. São 1.504 mortes.
 
MAPA
Até o momento, a Covid-19 atingiu 752 municípios mineiros, com mortes em 293 delas. A taxa de letalidade do novo coronavírus está em 2,1%, o que significa que, a cada cem doentes, dois não resistem ao quadro.

Desde o início da pandemia, em março, 8.062 pessoas precisaram ser internadas em hospitais públicos e privados mineiros. Conforme o governo, o pico da doença está previsto para o próximo dia 15, quando devem aumentar ainda mais as ocupações nos leitos de UTI e enfermaria.

Belo Horizonte continua sendo a cidade com mais notificações em Minas: 9.732 diagnósticos positivos e 246 mortes. 
 
NORTE DE MINAS
Na edição de ontem, O NORTE mostrou que a situação é preocupante também em outras cidades da região. É o que acontece em Janaúba, onde, até a última quinta-feira, havia 286 registros da doença e sete mortes. O comércio local segue funcionando, sem previsão de recuo na flexibilização. 

No Norte de Minas, o número de casos confirmados de Covid-19 praticamente quadruplicou em apenas um mês. Em 10 de junho, 422 pessoas haviam recebido o diagnóstico positivo para a doença. Na quinta-feira passada, já eram 1.641, com 41 mortes.