Apenas cinco das 86 cidades norte-mineiras registraram mortes por complicações da Covid-19 na última semana. Foram 12 vidas perdidas no período, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Superintendência Regional de Saúde (SRS) na última quarta-feira.

Foram oito óbitos em Montes Claros e um em Jaíba, um em Porteirinha, um em Salinas e um em Santa Cruz de Salinas. As microrregiões de Bocaiuva, Brasília de Minas/São Francisco, Coração de Jesus, Januária, Manga, Pirapora e Taiobeiras passaram sete dias sem mortes pela doença.

A coordenadora de Vigilância em Saúde da SRS de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes, afirma que a redução da mortalidade no Norte de Minas, assim como no Estado, está ligada ao avanço da vacinação contra a Covid-19.

“Quando observamos esse dado ao longo da pandemia, observamos que, a partir de abril, tivemos queda no número de mortes. E, embora em junho tenhamos tido aumento no número de casos, isso não se repetiu nos óbitos. Eles continuaram em queda, mostrando a eficácia da vacina”, avalia Agna.
 
BALANÇO
A coordenadora ressalta que esses dados do boletim ainda podem sofrer alteração, pois à medida em que os óbitos são confirmados, após investigação do caso e laboratorial, eles são computados no balanço. “Pode sofrer pequena alteração, mas, mesmo assim, conseguimos afirmar essa redução no número de mortes e realmente acreditar que é um reflexo da vacinação”, diz.

O Norte de Minas soma 115.703 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus e 2.286 mortes desde o início da pandemia.

Nas duas últimas semana, foram computados mais 6.944 casos, um incremento de 6,38% em relação aos 14 dias imediatamente anteriores. O índice de crescimento se manteve estável.

Houve ainda o registro de 2.286 óbitos por Covid-19, com entrada de 142 óbitos correspondendo a um incremento de 6,62% com relação aos últimos 14 dias. Esse índice é quase o dobro do anterior, que tinha ficado em 3,42%.
 
VACINAÇÃO
Mais de 846 mil pessoas já foram vacinadas com a primeira dose no Norte de Minas, o que equivale a 64,85% do total de maiores de 18 anos aptos a receber o imunizante.

A segunda dose já chegou a mais de 318 mil pessoas e 25.186 tomaram a dose única. No total, são 343.248 norte-mineiros com o ciclo de imunização completo, o que representa 26,31% do total.

Além do resultado positivo com relação ao número de mortes, a vacina, principalmente a segunda dose, torna-se imprescindível neste momento em que a variante Delta avança pelo Estado. Já há um caso confirmado em Montes Claros – de transmissão comunitária – e dois casos sob investigação – na mesma cidade e em Claro dos Poções.
 
CENÁRIO
Todas as macrorregiões mineiras estão nas ondas Amarela e Verde do plano Minas Consciente devido à melhora nos indicadores da pandemia na última semana.

O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, reforça que a aceleração da imunização é essencial para a melhora dos indicadores. 

“Os números nos trazem boas notícias. Nossa expectativa é muito positiva com o aumento da vacinação agora em agosto, para que a gente não tenha nenhum revés em relação à pandemia”, observa.