A Polícia Militar lançou nesta quarta-feira a Operação Filhas de Minas, que terá ações de prevenção à criminalidade em todo o Estado em comemoração aos 40 anos de ingresso das mulheres na corporação mineira.

Durante a solenidade, em Belo Horizonte, o governador Romeu Zema sancionou a Lei que instituiu a data (1º de setembro) como o Dia do Policial Militar Feminino.

Além disso, Zema realizou a entrega simbólica de kits compostos de armamento e equipamentos de proteção individual (colete balístico) adaptados para as mulheres, que serão entregues a todas as militares.

Em Montes Claros, a operação foi lançada pela 11ª Região de Polícia Militar (11ª RPM), com ações abrangendo os 77 municípios sob jurisdição da RPM.

O foco é a prevenção à criminalidade, com a realização de blitz, ações educativas e de conscientização, além da repressão a crimes violentos, aumentando a sensação de segurança da população.

Segundo a comandante da Academia de Polícia Militar de Minas Gerais e comandante da operação, coronel Cleyde da Conceição Cruz, as guarnições representativas de todos os serviços da PMMG, compostas e/ou comandadas por mulheres que atuam no policiamento ostensivo, estarão presentes nas ações, destacando a importância da ocupação dos espaços profissionais.

O objetivo é relembrar e valorizar o público interno feminino e demonstrar à população mineira a importância das policiais militares na promoção da paz social.

“É essa uma data importante para a Polícia Militar, que representa o aniversário de 40 anos de ingresso da mulher nas fileiras da instituição e também uma data muito importante para a sociedade, pois representa um marco na luta dos direitos das mulheres na inclusão do mercado de trabalho e na garantia dos direitos que nos são preservados”, diz a tenente Leidiane.

O comandante Regional, coronel Wanderlúcio Ferraz dos Santos, enfatizou que o dia “é uma data marcante e que devemos comemorar com muito orgulho, pois a mulher policial militar é sinônimo de referência para todas as mulheres da nossa sociedade”.
 
HISTÓRIA 
A primeira turma de mulheres na PMMG foi instalada em 1° de setembro de 1981, com 112 mulheres. Atualmente, cerca de 10% do efetivo total da instituição é formado por elas.

“A introdução da mulher na Polícia Militar mineira trouxe a força e a leveza que ela imprime nas suas relações de trabalho, interpessoais, e representam a sociedade. Muito obrigado a todas vocês, parabéns pelo dia e que nós possamos cada vez mais melhorar a qualidade do serviço prestado à nossa comunidade por meio do trabalho de vocês, mulheres”, disse o chefe do Estado Maior da PMMG, coronel Eduardo Felisberto Alves.

*Com Agência Minas