A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) promoverá capacitação para os novos 440 conselheiros tutelares do Norte de Minas, eleitos no início deste mês. 

O curso será ministrado nos dias 12 e 23 de novembro, em parceria com diversas entidades, entre elas a Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes e o Fórum de Conselheiros Tutelares de Minas Gerais.

O edital e as provas foram elaborados com apoio da Amams, através do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente. O objetivo dessa parceria foi reduzir os custos dos municípios associados à Amams, uma vez que o recurso do Piso Mineiro de Assistência Social está retido. 

De acordo com o promotor de Justiça Daniel Librelon, a capacitação aprimorará o conteúdo já ministrado nos últimos três anos. 

“O curso será ofertado aos conselheiros eleitos, que vão tomar posse em janeiro de 2020, sendo assim, caso o município tenha interesse em participar desse curso, deverá entrar em contato com a Amams, para demais informações. O município não precisa ser associado à instituição”, ressalta o promotor. 
 
DUAS ETAPAS
A capacitação ocorrerá em duas etapas, sendo a primeira nos dias 12 e 23 de novembro e, o segundo módulo, de 10 a 11 de dezembro. Isso ocorrerá mediante a necessidade de capacitação continuada para conselheiros tutelares que atuam na área de proteção e dos direitos da criança e do adolescente, e na estratégia de auxiliar esses profissionais nas demandas relacionadas à atuação correta dos conselheiros tutelares dos municípios da região.

Em Montes Claros, 15 novos conselheiros foram escolhidos pela comunidade. Ao todo, 6 mil pessoas foram às urnas votar. O salário base do conselheiro na cidade é de R$ 1.662,92, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

O curso será ofertado aos conselheiros tutelares que vão tomar posse em janeiro de 2020