A quantidade e a extensão dos feriados nacionais de 2020 animam as agências de turismo e preocupam os comerciantes. Dos 12 feriados nacionais deste ano, dez caem numa sexta ou segunda-feira, permitindo que muita gente emende com viagens. 

Em Montes Claros, há também o aniversário da cidade, que cairá numa sexta-feira, 3 de julho, e o Dia da Consciência Negra, em outra sexta-feira, 20 de novembro. 

“Tivemos outros anos com muitos feriados e a orientação é o planejamento. Orientamos os comerciantes a trabalharem com fluxo de caixa planejado. Dependendo do feriado, pode-se chegar a até uma semana de comércio fraco. Em contrapartida, outros setores são beneficiados, como vestuário, supermercados e combustíveis, procurados pelas pessoas que estão indo viajar. O próprio calendário já ajuda na programação do planejamento de fluxo de caixa”, alerta o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ernandes Ferreira. 
 
PACOTES
“Pensando nesses feriados com antecedência, programamos pacotes para este ano. A procura começou no ano passado. Já temos 14 saídas de excursão, com algumas completas. Quem deixar para a última hora poderá ficar de fora. Devido aos feriados caírem numa sexta ou segunda, o custo-benefício está interessante. Muitos viajam até mais de três vezes no ano”, comemora a empresária da área de turismo Cibele Athayde. 
 
PELO BRASIL
“O turismo interno tende a ter um grande crescimento em 2020, devido ao número de feriados que acontece na véspera dos finais de semana. A cotação alta do euro e do dólar também irá favorecer as pessoas a viajarem dentro do Brasil. Isso aquecerá o índice de aproveitamento de hotéis no Nordeste. Temos tendência de ter uma recuperação muito grande em 2020”, considera Cibele. 

“Para os trabalhadores que não recebem comissão é interessante, pois é um descanso a mais e algumas empresas optam por fechar. Mas, os trabalhadores que recebem comissões acabam ficando no prejuízo”, explica Marcelo Braga, assessor sindical do Sindicato dos Comerciários de Montes Claros e Região (Sindcomerciários).

AÇÃO - Planejar é a orientação para que o comércio não perca com feriados

AÇÃO - Planejar é a orientação para que o comércio não perca com feriados

“Pensando nesses feriados com antecedência, programamos pacotes para este ano. A procura começou no ano passado. Já temos 14 saídas de excursões, com algumas completas”
Cibele Athayde - Empresária