“Esse time tem obrigação de estar no play-off da Superliga. Sada/Cruzeiro e Taubaté são os mais fortes, o Minas está próximo deles, depois vem Campinas. Brigamos entre o quinto e sexto elenco da competição com o Blumenau”. A afirmação é de Andrey Souza, gestor do Montes Claros América Vôlei, que iniciou nesta semana os seus treinamentos visando a temporada 2020/2021, que começará a ser disputada em outubro.

A maior aposta do dirigente é no passe que o time passa a ter com as contratações feitas para o Campeonato Mineiro e a Superliga: “Nossa linha de passe é muito forte, com o Ceará (ponteiro passador) e Tiago Brendle (líbero). E isso será importante pela qualidade e experiência do Rodriguinho (levantador)”.

Numa comparação baseada em nomes, é inegável que o Montes Claros América Vôlei entrará na temporada 2020/2021 com um time muito mais forte em relação aos últimos anos.

Foi formado um novo grupo, sob o comando do treinador Issanayê Ramires. Além dos três jogadores já citados, o Montes Claros apostou em outros atletas de retrospecto recente positivo, como o central Jonadabe, de 34 anos, que estava há seis temporadas na Argentina, e no oposto Lucas Borges, destaque na Superliga 2018/2019.

Para fechar o grupo, segundo Andrey Souza, falta apenas a contratação de mais um central.

Com o elenco e comissão técnica definidos e já em Montes Claros, na manhã desta quarta-feira o grupo passa, de forma conjunta, pelo primeiro teste para Covid-19.


Parceria

O projeto Montes Claros América Vôlei para a temporada 2020/2021 ganhou na semana passada um patrocinador fundamental para o time.

A parceria com a Rede OLT vai permitir que atletas e comissão técnica do time morem no Oscar Gold, um dos principais hotéis de Montes Claros.

Além de dar um conforto maior ao grupo, a parceria ajuda também neste momento em que o controle é fundamental por causa da pandemia pelo novo coronavírus, segundo Andrey Souza.

O grupo de jogadores do Montes Claros América Vôlei é o seguinte:

Levantadores: Rodriguinho e Hiago Garchet
Líberos: Tiago Brendle e Matheus Oliveira
Opostos: Lucas Borges e William Kerber
Ponteiros: Ygor Ceará, Erick Costa, Vinícius Lersch e Wilson de Paula
Centrais: Jonadabe, Gabriel Cotrim e Judson Nunes