O Atlético encara o Bragantino neste domingo (13), às 18h, no Mineirão, pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, esperando que seus atacantes “estreiem” na competição, no que se refere a uma das obrigações deles: balançar a rede adversária.

A comparação no geral mostra que o Galo de Jorge Sampaoli, com 12 gols, só tem números inferiores ao líder Internacional (15), e ao segundo colocado Flamengo (13). Mesmo assim, os dois têm um jogo a mais, e na média, o Atlético só perde para o Colorado (1,66 a 1,50).

A diferença dos mineiros para os gaúchos e cariocas é a participação dos seus atacantes na artilharia do time neste Brasileirão.

E isso não é só em relação aos dois primeiros colocados, mas a todos os seus concorrentes na parte de cima da classificação da Série A.

Recado

Após a derrota de 3 a 1 para o Santos, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, Jorge Sampaoli reclamou que seu time funcionou mal nas duas áreas. Estava se referindo às lambanças feitas na defesa, e aos gols perdidos no ataque, sendo pelo menos três grandes chances criadas antes da expulsão do goleiro Rafael, logo aos 15 minutos do primeiro tempo.

O único gol atleticano no confronto foi do volante Alan Franco. Com ele, o equatoriano se transformou no artilheiro do Atlético neste Campeonato Brasileiro, com três bolas na rede adversária.

Ele já tinha sido decisivo antes nos 3 a 0 sobre o São Paulo, em 3 de setembro, no Mineirão, quando marcou os dois primeiros gols, com a goleada sendo fechada por outro volante, Jair.

Jogadores de meio-campo decidirem jogos para o Atlético neste Brasileirão já tinha acontecido antes, também no Gigante da Pampulha e contra um grande paulista.
Na 2ª rodada, em 12 de agosto, o Galo perdeu o primeiro tempo para o Corinthians por 2 a 0, mas virou o placar para 3 a 2, na etapa final, com dois gols de Hyoran e outro de Nathan, que são meias, mas já atuaram também como volante com Sampaoli, que não difere muito as duas funções.

Atacantes

Dos seis atacantes já escalados pelo treinador atleticano neste Brasileirão, só dois balançaram a rede. Foram gols decisivos, pois Marrony marcou duas vezes nos 2 a 0 sobre o Ceará, em 16 de agosto, no Mineirão, pela 3ª rodada, Eduardo Sasha garantiu o 1 a 0 diante do Coritiba, no último domingo, no Couto Pereira, em Curitiba, pela 8ª.

Nos outros três jogos do Atlético nesta Série A, o time contou com um gol contra de Filipe Luís, do Flamengo, na vitória por 1 a 0,no Maracanã, na estreia; teve o zagueiro Igor Rabello marcando sobre o antigo clube na derrota de 2 a 1 para o Botafogo, em 19 de agosto, no Engenhão, pela 4ª rodada; e não balançou a rede na derrota de 1 a 0 para o líder Internacional, em 22 de agosto, no Beira-Rio, em Porto Alegre.