O jogo beneficente “Amigos do Nikão”, marcado para acontecer em 15 de dezembro, está mantido, só não contará com a presença do atleta, jogador do Athlético-PR. 

Maycon Vinícius Ferreira da Cruz, o Nikão, chegou a publicar um vídeo para esclarecer um episódio envolvendo a esposa, Izabela Cruz, que deu declarações polêmicas em uma rede social.

Ela desabafou sobre os inúmeros pedidos que o marido recebe por camisa do clube onde ele atua e da forma de as pessoas se aproveitarem da recente fama dele.

Nikão pediu desculpas após todo o desgaste que o episódio causou e chegou a falar, no vídeo, que o jogo beneficente seria cancelado. No entanto, negou que fosse por causa do constrangimento causado pelo vídeo da esposa.

“Sobre o jogo beneficente, que eu iria fazer no dia 15 de dezembro, foi cancelado pelo fato de eu ter que fazer uma cirurgia no nariz e precisar de alguns dias de repouso. Por isso, foi cancelado”, justificou o jogador.

Mas o presidente do Ateneu, Cássio Aquino, que está a cargo da realização do encontro esportivo, disse que a cidade gosta de promover o social e que atletas e ex-atletas foram receptivos ao saberem que a partida seria mantida. 

“Na nossa concepção, foi uma declaração infeliz, e não maldosa. Houve um erro. Em função disso, não deveríamos cancelar, porque também tem fins de filantropia. Se não acontecesse, não ficaria uma imagem muito boa dele por aqui. Vamos continuar com o evento para mostrar a grandeza da cidade e abafar o caso, que deve ser completamente esquecido, pois foi uma declaração infeliz”, pontuou Cássio Aquino.

O jogo beneficente está mantido para 15 de dezembro, às 9h30, no Estádio do Ateneu. A entrada será um 1 kg de alimento não perecível – destinado a entidades – ou R$ 5 para ajudar na construção do muro do estádio que caiu.
 
HONRARIA 
Com a repercussão negativa do vídeo, o atleta teve o recebimento do título de cidadão honorário, que foi proposto pelo vereador Junior Martins (Cidadania) e publicado no dia 22 de outubro, cancelado. A honraria seria entregue em 16 de dezembro, na Câmara Municipal. Nikão já foi avisado da decisão na última segunda-feira (25). 

“A princípio, eu suspendi junto ao cerimonial a entrega do título. Houve um desgaste e não há clima para entrega ao jogador. Vale lembrar que é um jogador importante e que levou o nome da cidade a outro patamar. Mas o clima que se criou após a declaração fora de hora da esposa não é favorável”, ressaltou o vereador.
*Estagiário sob supervisão do editor