educação

Dicas preciosas para o Enem

Professora do Colégio Indyu orienta como fazer uma boa redação

Leonardo Queiroz
Publicado em 17/10/2022 às 22:46.
“Não use a linguagem da internet”: uma das várias dicas da professora Fabiana Carneiro, do Colégio Indyu (ARQUIVO PESSOAL)

“Não use a linguagem da internet”: uma das várias dicas da professora Fabiana Carneiro, do Colégio Indyu (ARQUIVO PESSOAL)

Faltando cerca de um mês para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) milhares de estudantes fazem os ajustes finais em todo o conteúdo estudado para maratona de provas que dá acesso para o sonho do curso superior em instituições publicas.

É importante lembrar que a pontuação obtida na seleção dos dois domingos de prova – 13 e 20 de novembro – em todo país, também é critério para concessão de bolsas de estudo e financiamento estudantil. Para se sair bem, é fundamental garantir uma boa pontuação na redação. 

A professora especialista em redação Fabiana Carneiro, do Colégio Indyu, sabe o quão importante é o planejamento do texto.

“É muito importante o aluno ler a proposta da redação e não começar a escrever o texto antes de ter certeza sobre a compreensão do tema proposto. Na redação do Enem e de grande parte dos vestibulares, os candidatos devem escrever um texto dissertativo-argumentativo, ou seja: apresentar ideias e defender um ponto de vista sobre um assunto. Os textos motivadores ajudam a refletir sobre os diversos lados da questão e podem inspirar/ direcionar a abordagem – além de esclarecer qual é o enfoque proposto e a redação deve ser lógica, com começo, meio e fim”, explica Fabiana. 
 
ORGANIZAÇÃO 
“Os avaliadores julgarão se o candidato é capaz de organizar o texto de forma adequada e se existe coerência entre as ideias. O uso adequado de conectivos é fundamental para ligar as ideias e os argumentos, dando coesão ao texto. O texto deve respeitar os padrões da modalidade escrita formal. Não use a linguagem da internet (internetês)”, destaca.

Além disso, a professora pede clareza na escrita.

“Isso é decisivo! Letra difícil de entender pode dar a ideia de que há erros de acentuação e de pontuação onde não há. Além disso, a boa letra contribui com a fluidez do texto. Facilite a compreensão do avaliador. Também vale enriquecer o texto, variando as expressões linguísticas, introduzindo referências históricas, fornecendo indicadores, citando referências no assunto, mas sem abusar das citações”.

Fabiana destaca a importância de não enrolar com o texto.

“Não faça o que popularmente se chama de ‘encher linguiça’. Seja objetivo. É fundamental fazer um rascunho, sendo ideal produzir uma primeira versão, reler, fazer alterações e, só então, transcrever para a folha oficial’, orienta a especialista. 
 
PLANEJAMENTO 
Para a professora Fabiana, os dois últimos anos frente à um cenário pandêmico para todos, o Indyu fez um planejamento para atender as questões formais, tecnológicas e pedagógicas mantendo a qualidade do ensino.  

Outro fator relevante foi a prática constante de metodologias e ações para garantir a saúde mental e sócio-emocional dos alunos pós-pandemia, o que contribuiu e continua contribuindo para um melhor aproveitamento neste período atual.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por