Com a pandemia pelo novo coronavírus, um dos primeiros setores a serem fechados foi o de atividades físicas, como academias e espaços de dança. Com isso, os atletas de plantão, não querendo ficar parados, adaptaram as modalidades para serem feitas dentro de casa. Mas, todo cuidado deve ser tomado para não ocorrerem acidentes durante os exercícios e para evitar lesões.

O coordenador do curso de Educação Física das Faculdades Funorte orienta como as atividades podem ser feitas e quais são as mais indicadas para cada tipo de ambiente.

“Mesmo que seja em casa, é preciso ter acompanhamento de um personal trainer, pois é preciso fazer uma avaliação profissional, mesmo que de forma remota, para poder direcionar quais os melhores exercícios e em qual intensidade será melhor para cada pessoa. O educador físico tem conhecimento sobre as particularidades de cada corpo, por isso é fundamental seu acompanhamento na prática de exercícios físicos”, alerta Deividy Cedson Alves Arruda, coordenador do curso.

Especialistas recomendam a prática de exercícios físicos para manter a saúde mental, física e até mesmo para reforçar o sistema imunológico, principalmente nesse período de pandemia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Colégio Americano de Medicina do Esporte orientam que o importante é não ficar parado, evitando assim o sedentarismo. 

Além disso, ajuda na regulação da ansiedade e diminuição de sintomas depressivos, fatores que podem ser afetados durante o período de isolamento.
 
AJUSTES
Segundo Deividy, é necessário reforçar estratégias que podem ser utilizadas para que as pessoas consigam se adaptar e ajustar o nível de atividade física diária pelo tempo que permanecer em casa.

“O que podemos orientar para esse momento é não ficar parado, evitando o sedentarismo. Vale destacar que o sedentarismo aumenta os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes do tipo 2 e também de alguns tipos de câncer – principais fatores de risco para o contágio à Covid-19”, destaca o coordenador. 

Cada pessoa deve utilizar o espaço que tem em casa para poder realizar exercícios que podem variar de aeróbicos, como corridas, saltos, movimentos repetitivos, que demandam mais tempo para realizá-los, como também de resistência. Neste caso, pode lançar mão de utensílios domésticos como uma carga para os movimentos, como garrafas, pesos de areia, dentre outros.

Boa para o corpo e para a alma
Uma das atividades que mais tem sido postada nas redes sociais é a ioga. Segundo o educador físico, essa modalidade visa a preservação e o aperfeiçoamento do grau de flexibilidade muscular e da articulação, favorecendo o estiramento das fibras musculares, melhorando e ampliando o grau de movimento.


“A ioga/alongamento é também extremamente importante para as pessoas mais velhas, evitando a má postura e possibilitando um aumento da amplitude de movimento, que em consonância com a fraqueza muscular, chamada sarcopenia, são as maiores causas de quedas nos idosos”, afirma. 

Funorte tem formação diferenciada
Em Montes Claros, a abertura das academias está permitida desde que os usuários sigam as normas de segurança determinadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como o uso de máscaras e higienização dos equipamentos.

Porém, muitos ainda têm receio de frequentar o ambiente durante a pandemia. É o caso da assistente social Idarlene Dourado.

“Faço atividade física desde os 20 anos e me acostumei, diariamente, a fazer pelo menos 1h30. Hoje estou com 54 anos e não fico sem malhar. Às vezes faço caminhada, outras atividades em casa, onde tenho um espaço bom e possuo alguns aparelhos. Trabalho abdominal, braço e pernas. Quando não faço, meu corpo dói e sinto a necessidade de estar ativa”, destaca a assistente social.
 
EDUCADOR FÍSICO 
As Faculdades Funorte oferecem dois tipos de graduação em Educação Física: bacharel e docência, para quem deseja lecionar em escolas e universidades. 

Além do corpo docente qualificado, a instituição possui laboratórios equipados, sendo que toda infraestrutura foi reformada para melhor proporcionar ao aluno a experiência da prática acadêmica.

“Estamos fazendo parcerias com clubes recreativos e empresas para poder ofertar ao estudante a experiência e antecipar um pouco a realidade da sua atuação no mercado de trabalho. O profissional de educação física tem papel importante na saúde populacional”, pontua Deividy Arruda.
 
MATRÍCULAS 
Existem duas formas de os interessados ingressarem em algum curso de graduação das Faculdades Funorte/Fasi: através do vestibular on-line, que pode ser acessado em www.funorte.edu.br, e a utilização da nota do Enem.

As instituições também oferecem um portfólio variado de formas de financiamento dos estudos, com novas modalidades mais flexíveis e mais econômicas com descontos nas mensalidades que variam entre 30% e 70%.

Mais informações: (38) 2101-9292 ou 98826-8821.