Káthira Cangussu


Repórter



Moradores do Distrito de Ermidinha estão insatisfeitos e se sentindo enganados e reféns do presidente da câmara municipal, Ildeu Maia, e do poder econômico imposto pela prefeitura de Montes Claros. A reportagem do O Norte foi procurada por um representante, que não quis se identificar, alegando estar havendo uma série de irregularidades na escola municipal Caio Lafetá.



Segundo esses moradores, as pessoas que trabalham na área da educação foram empregadas pelo vereador Ildeu Maia. Dentre essas pessoas, a diretora Rosana Maia, sua cabo eleitoral, Joaquim Bineto e mais oito, todas exercendo cargos na referida escola municipal.



Pessoas da comunidade afirmam que existem pessoas que ocupam até dois cargos na mesma escola, e todas sem prestar concurso público, pois as que passaram no último ainda não tomaram posse.



OCORRÊNCIAS



Existe um patrocínio irregular, como uma máquina de hot dog, de propriedade particular de Joaquim Bineto, colocada dentro da escola, estabelecimento público. Morados da comunidade estão indignados com o que vem acontecendo no distrito. Devido a várias brigas, a comunidade registrou boletins de ocorrência, pois Joaquim Bineto pressiona os alunos a comprarem os seus produtos.



Apesar das diversas formas de se resolver o problema, a comunidade ainda não obteve nenhuma resposta.



A reportagem entrou em contato com a diretora da escola, Rosana Maia, mas ela disse que não poderia prestar maiores esclarecimentos por telefone, mas adiantou que esses problemas vêm acontecendo há alguns meses.