Cursar Direito e chegar ao posto de delegado federal. Esse é o objetivo do militar Welerson Vieira, de 22 anos, que nesta sexta-feira foi oficialmente agraciado com uma bolsa de 90% do valor da mensalidade no Centro Universitário Funorte. Welerson se destacou por ter tirado a nota mais alta no processo seletivo realizado pela instituição de ensino superior no 55º Batalhão de Infantaria Dionísio Cerqueira, em Montes Claros.

Ele recebeu o certificado do benefício das mãos do professor Ruy Muniz, fundador da Funorte. “Muito feliz com essa conquista, em que se abrem as portas para nós que entramos no alistamento obrigatório. Pretendo cursar Direito e tenho muito interesse na carreira jurídica e militar. Pretendo ser um delegado federal. Realmente, algo gratificante. A notícia de que havia ganhado uma bolsa de 90% foi boa demais”, comemora Welerson. 
A bolsa foi entregue durante a solenidade em comemoração aos 45 anos de existência do 55º BI de Montes Claros e o Dia do Exército Brasileiro, celebrado no último dia 19 pelos 373 anos de história.

Na oportunidade, foram entregues as medalhas de ordem do mérito militar grau oficial ao 1º coronel R1 Aristóteles Martins Rocha, medalha passador de bronze pelos dez anos de serviço para o capitão Marques Cunha e medalha passador de ouro pelos 30 anos de serviço ao tenente Almeida.

Também foram agraciados com o diploma “Amigos do Batalhão” os empresários Américo Bionde, o vereador Valcir Fagundes de Oliveira e o professor Ruy Muniz, representando o Centro Universitário Funorte pela parceria dos projetos desenvolvidos no 55º BI.
 
PARCEIROS
“Nossa vida sempre foi de parceria com o 55º BI de Montes Claros, uma instituição seríssima, que ajuda muito a cidade. Nossa interface é a educacional, onde acolhemos os recrutas do Exército em todas as nossas unidades e ficamos felizes com essa parceria. Queremos cada vez mais aprofundá-la. Há muitos anos somos parceiros no programa Procesf, também no Força do Esporte, um programa premiado no Exército Brasileiro e que a Funorte sempre é parceira, cedendo recursos humanos e colaborando”, afirma Ruy Muniz.

O tenente-coronel Hildelgard Borba de Vasconcelos exalta a parceria com a instituição de ensino. “Sempre tivemos um contato muito próximo com diversas instituições da sociedade montes-clarense, tanto da esfera pública quanto da esfera privada. E neste campo se destaca este ano a parceria que estabelecemos com a Funorte em dois seguimentos. O primeiro, com relação ao atendimento à parte da sociedade que se encontra em situação de insegurança social por meio do projeto Soldado Cidadão. Damos suporte a 200 crianças que estudam em escolas municipais de Montes Claros e, no contraturno escolar, vêm para o Batalhão para realizar atividades desportivas, natação, basquete, vôlei, futebol, reforço escolar em matemática e português, com almoço e lanche para todos”, explica.

Para esse projeto, a Funorte tem designado estagiários para apoiar tanto na prática desportiva quanto no reforço escolar. “Além disso, nós obtivemos da Funorte a oportunidade da realização de um vestibular específico para militares do Exército, seus cônjuges e filhos. Participaram 50 militares, todos contemplados com bolsa de 40% de desconto nos cursos em que optaram realizar. E como forma de estimular o estudo, foi oferecida pela Funorte uma bolsa de 90% para o primeiro colocado nesse concurso. O militar Welerson Adriano recebeu das mãos do professor Ruy Muniz essa bolsa”, diz o tenente-coronel.