Hoje é o último dia de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Os interessados em participar do certame, isentos ou não da taxa, devem acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para se inscrever, na Página do Participante.

A taxa de inscrição para os não isentos é de R$ 85. O pagamento deve ser feito por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança). 

Os estudantes interessados em fazer o Enem 2021 precisam ter o login único de acesso aos serviços digitais do governo federal, no portal Gov.br. 

A senha de acesso ao Gov.br é necessária para acompanhar a inscrição na Página do Participante ou no aplicativo do Enem, bem como para consultar o local de provas e imprimir o Cartão de Confirmação de Inscrição. 

Ela também será utilizada para conferir resultados individuais e para inscrição em programas de acesso à educação superior, de bolsa de estudos e de financiamento estudantil, entre outros programas do Ministério da Educação (MEC).

O cadastro no Gov.br pode ser realizado por meio do endereço acesso.gov.br, basta informar o número do CPF e confirmar os dados pessoais. Para ativar a conta, será enviado um código para o e-mail ou telefone celular, que deverá ser inserido no formulário. Após, o usuário poderá criar a senha de acesso e finalizar o cadastro.
 
APLICATIVO
Além das informações básicas do cidadão, é possível se cadastrar no Gov.br por meio do aplicativo Meu Gov.br com validação facial, de informações de bancos credenciados e de certificados digitais. Para cada tipo de cadastro, há um nível de confiabilidade que garante o controle de acesso a determinados serviços. Em caso de dúvidas, o portal possui uma página com todas as informações sobre a manutenção da conta.
 
SOBRE O ENEM
O Exame Nacional do Ensino Médio foi instituído em 1998 com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. 

Em 2009, o exame aperfeiçoou sua metodologia e passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior.

As notas do Enem podem ser usadas para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de ingresso em universidades públicas e ao Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas de ensino superior. Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de educação superior portuguesas.

Além disso, os participantes do Enem podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados do Enem possibilitam, ainda, o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.
 
PROVAS
As provas do Enem 2021 serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. As duas versões também terão a mesma estrutura de prova: quatro cadernos de questões e a redação.

Cada prova terá 45 questões de múltipla escolha, que, no caso do Enem Digital, serão apresentadas na tela do computador. Já a redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão em papel. Os participantes receberão folhas de rascunho nos dois dias.
*Com Agência Brasil