O interesse do professor Max Alencar pela arte musical começou cedo. As músicas ouvidas em casa foram peças fundamentais neste processo. Influenciado por nomes do pop e pop rock, o professor acaba de lançar a música “Bem Me Quer, Mal Me Quer”. A composição da letra e da melodia é dele. A produção é de Thiago Fonseca e o apoio nos vocais fica por conta da cantora Elaine Oliveira.

A letra da música “Bem Me Quer, Mal Me Quer” fala sobre relacionamentos desenvolvidos no mundo virtual, onde as pessoas não se aprofundam nas relações e tudo é muito superficial. A música pede o fim desses relacionamentos.

“Hoje, todos podem, a qualquer tempo, trocar seus parceiros por outros que consideram melhores. O amor líquido é aquele que escorre por entre os dedos feito água, é instável, não tem forma e substância, não dura. Encontrar alguém para fazer essa água se transformar em algo sólido e permanente é um grande desafio”, considera.

Max diz ainda que viveu numa época em que as mídias disponíveis eram o disco e a fita K7, o que marcou sua infância em Januária. “Esse mundo musical se expandia quando meu pai levava meus irmãos e eu para passear de carro e para dormir. Ele, então, ligava na rádio FM local”. 
 
MUDANÇA
Em 1998, Max Alencar mudou-se para Montes Claros e logo se interessou por música, afinal, não é de e hoje que o povo do Norte de Minas se destaca na área da cultura. São festas religiosas e folclóricas, artistas regionais de diversos gêneros, revelação de novos talentos em programas como o The Voice Brasil, Ídolos e até um Grammy Latino. 
 
RIO DE JANEIRO
Em 2010, após a faculdade de Biomedicina, mudou-se para o Rio de Janeiro, para fazer pós-graduação. Em Niterói, morou ao lado de uma escola de música (Musicanto), que frequentou por 6 meses. “Foi nessa época que conheci minha voz e pessoas do ramo da música”, diz.

Em 2017, retornou a Montes Claros e passou nos processos seletivos para canto coral na Unimontes e piano no conservatório. Além de biomédico, ele é mestre em Ciências Médicas e doutor em Neurociências pela UFF.

“O estudo em música me deu mais confiança, e, em 2018, compus e gravei meu próprio jingle de campanha para deputado estadual, onde então conheci o mundo da produção musical. Desde aquela época, venho compondo e gravando músicas autorais como também covers”, revela.
 
EDUCAÇÃO
Hoje, Max está nas instituições Fasi e Funorte, como professor de cursos da área da Saúde, editor de revista científica, coordenador de cursos de pós-graduação e da liga acadêmica em Neurociências e Neuropsicologia do Norte de Minas. 

Em 2020, realizou um evento científico que abordou as articulações entre música, educação e neurociências, abrindo espaço para artistas regionais se apresentarem.
 
MÚSICAS 
Algumas músicas de Max Alencar, como Bem Me Quer, Mal Me Quer, Amazing Grace e Minas vai mudar podem ser ouvidas na internet.