A quarentena forçou o cancelamento de shows, exposições, desfiles de moda e outras atrações culturais em Montes Claros. E há dúvidas sobre como essas atividades vão funcionar após a pandemia.

Para a artista plástica norte-mineira Rita Cristo, houve a necessidade de se criar, então, alternativas para lidar com a angústia e o medo causado pelo isolamento social. “Procuro aproveitar a disponibilidade maior de tempo criando e reinventando com as ferramentas da tecnologia”, conta. São pinturas em tela, artesanato, restaurações de imagens, caligrafia artística e aulas on-line de artes e práticas esportivas.

A arte faz parte da vida de Rita desde criança. Foi através da mãe, Maria Geralda Cristo D’Aquino, professora de artes, que aprendeu um pouco de tudo, inclusive a caligrafia artística que pratica desde a juventude. Rita encanta noivas e noivos com a sua arte de desenhar as mais belas e elegantes letras em convites especiais.

No entanto, há também crescente procura pela sua arte por eventos como aniversários, renovação de bodas, convites de formatura, preenchimento de diplomas e certificados. Cresce também a procura por presentes personalizados, onde a caligrafia se destaca em quadros. “Hoje, praticamente vivo da arte e a arte vive em mim”, revela.

REDES SOCIAIS
Sobre a cena cultural nos dias de hoje, ela diz que está sendo um momento difícil para todos os artistas. “São muitas as dificuldades de encontrar uma fonte de renda e o jeito é recorrer às redes sociais para um sustento durante esse tempo. Eu, por exemplo, divulgo e vendo meus trabalhos dessa forma e também fazendo a propaganda boca a boca”.

Para o futuro, a artista pretende elaborar uma exposição com o tema “Cerrado Norte-Mineiro”. O objetivo é, através de cores fortes, encantar e cativar as pessoas. “Quero mostrar o quão bonito é e pode continuar a ser se ele continuar sendo preservado. Espero proporcionar uma viagem ao Cerrado”, afirma.

Para conhecer melhor o trabalho da artista, basta segui-la no Instagram @ritacristodaquino