A Polícia Civil abriu ontem inquérito para apurar as causas das mortes de dois operários, de 23 e 38 anos, eletrocutados enquanto desmontavam o palco onde foi realizada a festa de Réveillon de Brasília de Minas. Outro homem, de 23 anos, permanece internado no hospital da cidade. Os sepultamentos das vítimas estão previstos para hoje. 

A polícia quer saber se as mortes foram acidentais ou ocorreram por alguma falha de segurança. A corporação informou que uma perícia foi realizada no local e aguarda o resultado do laudo, que deverá ficar pronto em até 30 dias. 

Nesta semana, a polícia começa a colher os depoimentos dos responsáveis pela montagem e desmontagem da estrutura metálica do palco, os donos da empresa de eventos e os representantes da Prefeitura de Brasília de Minas. 

A empresa, que realiza a festa na cidade há 13 anos, foi contratada através de licitação. “Todos os trâmites legais foram cumpridos, desde a abertura da licitação até a solicitação e conferência dos laudos de vistoria e liberação do espaço pelo Corpo de Bombeiros”, explica o secretário municipal de Cultura, José Ricardo Simões Silva.

Os dois operários mortos sofreram uma descarga elétrica enquanto desmontavam a estrutura metálica do palco. As vítimas estavam descendo o teto do palco quando uma das torres encostou na fiação elétrica, causando a descarga. 

Após o acidente e a realização do trabalho de perícia, a empresa retirou todo o material do espaço. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Januária, onde foram periciados e liberados. 

De acordo com o secretário, a Prefeitura de Brasília de Minas está prestando toda a assistência e suporte às famílias das vítimas. “Ainda não sabemos o que, de fato, ocorreu, mas estamos prestando toda a assistência às famílias e também dando suporte para o outro operário que segue internado”, esclarece. 

O secretário Ricardo Silva disse ainda que as vítimas são de Brasília de Minas e foram contratadas pela empresa vencedora da licitação. A reportagem tentou contato com a prestadora de serviço, mas nenhuma ligação foi atendida.