O crime chocou a população de Montes Claros
 

Após uma semana de intensa investigação, a Delegacia da Mulher de Montes Claros, sob a coordenação da delegada Karine Maia, prendeu na manhã de sexta-feira (27), Lenilson Souza da Silva, acusado de violentar uma mulher de 57 anos no bairro Acácia.  Muito abalada, a vítima reconheceu o criminoso.

O crime que chocou a cidade aconteceu no dia 15 de janeiro, enquanto a mulher fazia caminhada. A vítima entregou o celular para não ser estuprada, mas mesmo assim foi violentada por 40 minutos. De acordo com a delegada, “muitas vezes a vergonha impede a denúncia”.

- Mulher não denuncia abuso sexual por vergonha. Apenas 10% denunciam e isso é terrível, porque continua tendo mais estupros - enfatiza.

No momento da prisão, Lenilson que tem 19 anos, confessou o crime. Ele se disse “arrependido”. A prisão aconteceu no bairro Vera Cruz. Com ele foram encontrados o celular da vítima (que estava sendo usado pela irmã) e a bicicleta usada no dia do crime.

Segundo a delegada, esse é o primeiro caso de estupro do rapaz. Ele, que é réu primário, está em prisão temporária de dez dias. O juiz que irá definir a penalidade para o crime.

Um dos irmãos do acusado também está preso por estuprar outras duas mulheres em Montes Claros. (Christini Antonini)