O tio suspeito de abusar de três sobrinhas no bairro Santa Rafaela, em Montes Claros, foi linchado ontem pela manhã pelos moradores do bairro Canelas. O homem, de 23 anos, estava foragido desde segunda-feira, quando uma das vítimas o denunciou por estupro. 

Com pedaços de pau e pedra, populares agrediram o suspeito, que chegou ficar inconsciente. Ele foi encaminhado para o hospital Santa Casa, com traumas e cortes na cabeça. Até ontem, não se sabia quem são as pessoas responsáveis pela agressão. Mesmo internado, o suspeito de abusar das crianças está sob responsabilidade da Polícia Militar. 

A investigação de estupro foi aberta ainda na segunda-feira pela Polícia Civil. O suspeito é investigado por estuprar uma sobrinha de 11 anos e duas (gêmeas) de 8 anos.

De acordo com a PM, há algum tempo o homem teria estuprado a irmã mais velha das vítimas.

Segundo o boletim de ocorrência, a família estava na casa da avó materna das crianças quando a irmã mais velha das vítimas flagrou o tio abraçando as irmãs gêmeas pelas costas. Como ela já teria sido violentada por ele, a adolescente começou a gritar. O homem soltou a criança e saiu correndo pelos fundos da casa, em direção a um matagal.

A menina mais velha informou à mãe sobre os abusos praticados pelo tio e as crianças relataram aos policiais que ele as ameaçava para que não contassem o caso aos pais. 

As crianças foram encaminhadas ao Hospital Universitário Clemente de Faria. Em nota, o hospital informou que as irmãs foram atendidas de acordo com o Protocolo de Assistência às Pessoas em Situação de Violência.