Mais um suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas foi preso ontem pela Polícia Civil, dando continuidade à Operação Tabernam, realizada na quinta-feira, em Monte Azul, quando foram presas 21 pessoas.

A polícia também conseguiu o bloqueio de uma das contas do principal traficante da região, conhecido como “Pezão”, preso na quinta-feira. Foram bloqueados R$ 2,2 milhões. Houve também o sequestro de imóveis e veículos. 

Pedro Barbosa de Almeida, conhecido como “Pedrinho Coiote”, preso ontem, estava foragido. 

Os acusados movimentavam os valores provenientes do tráfico de drogas, fortalecendo a organização criminosa.
 
FORÇA-TAREFA 
Foram três meses de investigação, que reuniu uma força-tarefa de 100 policiais civis, de três regionais. A quadrilha se reunia no bar “DK”, que, além de vender bebidas, era fachada para o comércio de diversos tipos de drogas, principalmente cocaína. O objetivo da operação foi repreender o crime de associação para o tráfico de drogas, que gera outras infrações.