A Polícia Civil madrugou para desarticular uma quadrilha de tráfico de drogas na cidade de Montes Azul. A operação “Tabernam” foi realizada ontem e prendeu 21 pessoas, sendo seis da mesma família, incluindo um dos principais traficantes do Norte de Minas, conhecido como “Pezão”. 

Foram três meses de investigação, que reuniu uma força tarefa de 100 policiais civis, de três regionais. A quadrilha se reunia no bar “DK”, que, além de vender bebidas, era fachada para o comércio de diversos tipos de drogas, principalmente cocaína. O objetivo da operação foi repreender o crime de associação para o tráfico de drogas, que gera outras infrações.

Ainda não foi calculada a quantia em dinheiro que a quadrilha movimentava, mas, de acordo com o delegado regional da Comarca de Monte Azul, Eujécio Coutrim, três contas foram bloqueadas e houve sequestro de bens móveis e imóveis – ação esta feita pela polícia quando há suspeita de que os bens tenham sido adquiridos de forma ilícita. 
 
REDES SOCIAIS 
“Os alvos se associaram de forma organizada, com o único propósito de comercializar drogas no município de Monte Azul e região. Inclusive, ficou confirmado que os suspeitos estavam usando tecnologia a favor do crime, com vendas feitas pelas redes sociais”, explicou o delegado 

De acordo com as investigações, era através das mídias sociais que os suspeitos ofereciam substâncias entorpecentes, igualmente, os usuários contatavam os traficantes. Assim, ajustavam hora, local e tipo de droga comercializada. 

As 21 pessoas foram presas comporiam um grupo criminoso hierarquicamente formado, com chefes, fornecedores, responsáveis pela comercialização das substâncias e recrutadores de novos integrantes para fortalecer o grupo.  

Um dos principais nomes é Vavá Rodrigues da Silva, de 36 anos, conhecido como “Pezão”, que foi preso em casa. No local a Polícia Civil apreendeu dois veículos (carro e moto) e realizou o sequestro de um sítio e da casa do suspeito.
 
MENORES 
Na operação, foram apreendidos também cinco menores, todos com 17 anos. “O Departamento de Polícia de Montes Claros é o maior em extensão territorial do Estado de Minas Gerais, ocupando o primeiro lugar nos índices de redução de crimes violentos. Esta ação qualificada de repressão à organização criminosa atuante na Comarca de Monte Azul demonstra a preocupação desta chefia em promover a segurança em todo o Norte de Minas Gerais”, enfatizou o delegado Jurandir Rodrigues.