Saúde

MOC começa a vacinar crianças entre 3 e 4 anos

Expectativa e que 14 mil crianças sejam imunizadas; cidade tem 40 postos

Marcia Vieira
Publicado em 21/07/2022 às 23:57.
Movimento foi tranquilo neste posto de vacinação localizado em um shopping; são 40 locais, ao todo, espalhados por Montes Claros (marcia vieira)

Movimento foi tranquilo neste posto de vacinação localizado em um shopping; são 40 locais, ao todo, espalhados por Montes Claros (marcia vieira)

Montes Claros abriu, nesta quinta-feira, a vacinação para crianças com idades entre 3 e 4 anos. Os pais podem levar seus filhos a um dos 40 locais disponibilizados no município, e a estimativa é de que aproximadamente 14 mil crianças sejam imunizadas com a Coronavac, que é a vacina determinada pela Anvisa para esta faixa etária. 

Na sala de vacinação do shopping, apenas uma mãe levou a filha para se vacinar pela manhã. Trabalhadores do local acreditam que o movimento maior será no horário noturno, quando os pais estão liberados do trabalho. 

Katia Costa é mãe de Rafaela, de 11 anos e que já está vacinada com a segunda dose. A filha Júlia, de cinco anos, foi a próxima da família a receber o imunizante. 

“Aposto na vacina sim. Sou profissional de saúde e se não fosse a vacina, acredito que o número de óbitos seria bem maior. Estava esperando esse momento”, comentou Kátia.

A dona de casa Adna Santos também escolheu o posto do shopping da cidade para levar a filha Maria Luiza, de seis anos, para se vacinar. Foi a segunda dose da criança. A mãe aproveitou a ida para receber a segunda dose de reforço. 

“Não tivemos covid, graças a Deus. Cuidei bastante. A vacina é um aliado no combate à doença. Viemos nos vacinar em família para ficarmos protegidos logo. A vacina é o que existe e temos que agarrar com unhas e dentes. Se a minha outra filha tivesse três anos, teria trazido também”, disse.

A engenheira Bruna Lima é mãe de Melissa, de três anos, mas ainda não se sente segura para imunizar a filha .

“Prefiro esperar mais um pouco. Vou conversar com a pediatra dela para chegar a uma definição. Acredito que crianças tenham menos risco de contrair a doença”, justificou. 

Já a autônoma Flávia Cardoso, não vê a hora de levar a filha Lívia Maria, de três anos.

“Soube semana passada que já estavam vacinando nas capitais, mas Montes Claros ainda não havia começado. Estava ansiosa por esse momento. Estou trabalhando (nesta quinta-feira) e, se o pai dela não puder levá-la, vou sem falta na sexta, pois segunda ela retorna às aulas e quero que esteja protegida”, disse Flávia. 

No período noturno, as salas de vacinação dos bairros Esplanada, Maracanã e Santos Reis estarão funcionando, além dos postos instalados nos dois shoppings da cidade
 
Reforço
Em relação às doses de reforço, a secretária Dulce Pimenta afirmou, em entrevista a uma emissora de TV, que os números estão acima da média do país, mas que, entretanto, houve diminuição da procura. E a cobertura ainda está abaixo do desejado.

“A primeira dose de reforço ou terceira dose está abaixo de 50 %. E o segundo reforço, ou seja, a quarta dose, com 15%. Depois de quatro ou cinco meses a eficácia da vacina cai um pouco. A dose de reforço vem aumentar a proteção e eficácia por isso é importante” , explicou a secretária.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por