Última chamada

Campanha de Vacinação contra a Gripe e Sarampo termina nesta sexta, em MOC

Cidade chega à reta final da campanha de vacinação contra a gripe e o sarampo sem atingir a meta em todos os públicos

Leonardo Queiroz
22/06/2022 às 23:48.
Atualizado em 22/06/2022 às 23:48
 (GIL LEONARDI/IMPRENSA MG)

(GIL LEONARDI/IMPRENSA MG)

Montes Claros chega à reta final da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e o Sarampo sem atingir a meta de proteção estipulada pelo Ministério da Saúde entre crianças, gestantes, puérperas e profissionais de saúde.

Apesar de a ação ter sido prorrogada e de vários chamamentos terem sido feitos à população, muitos integrantes do público-alvo não buscaram a proteção.

Até a última segunda-feira (20), segundo a Secretaria Municipal de Saúde, apenas 62,49% das crianças haviam sido imunizadas contra a Influenza – cuja meta é 90% – e 49,51% receberam a dose contra o sarampo – meta é de 95%. O grupo de puérperas e gestantes também está abaixo de 50%. Contra o sarampo, apenas 63,66% dos profissionais de saúde tomaram a dose proteção.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza deste ano teve início em 4 de abril e priorizou idosos, crianças, trabalhadores da saúde, professores, profissionais da segurança, indígenas, dentre outros.

Já a ação de proteção contra o sarampo é direcionada aos trabalhadores da saúde e crianças de seis meses a menores de 5 anos. 

De acordo com a médica pediatra Danielly Santos Dutra, da Clínica Olhar de Mãe, a vacinação é a forma mais eficaz e segura para prevenção de casos graves e óbitos relacionados à gripe. 

“A constante mudança no vírus da Influenza requer um monitoramento e uma reformulação da vacina. Por isso deve ser oferecida anualmente para que sejam cobertas as cepas conforme o ano e as mutações que esses vírus sofreram”, explica.

A médica destaca que alguns casos de gripe podem levar a complicações, principalmente em pacientes com doença crônica, idosos e crianças menores de 2 anos. Nesses casos, a virose pode elevar os riscos de mortalidade, gerando complicações como pneumonia, otite, desidratação e exacerbação das doenças pré-existentes.
 
CUIDADOS
Hábitos básicos no dia a dia podem ajudar na prevenção contra a gripe, como lavar as mãos com água e sabão, aplicar álcool em gel, cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir, evitar compartilhar objetos de uso pessoal, evitar levar as mãos em mucosas como olhos, nariz e boca, evitar sair em períodos de maior circulação do vírus, evitar aglomerações.

Quem estiver contaminado deve ficar de repouso e evitar sair de casa se estiver com alguns dos sintomas. O ambiente precisa estar bem arejado e limpo. Mas é a vacinação a forma mais segura e eficaz de prevenção.

A coordenadora de Vigilância em Saúde da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes, reforça o pedido para que os municípios façam busca ativa dos públicos prioritários nesses últimos dias para tentar melhorar os índices de imunização. 

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por