Foi confirmado em Montes Claros um caso de morcego infectado pelo vírus da raiva. O animal foi encontrado morto por moradores, no último dia 11, na rua João Pinheiro, no Centro. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) encaminhou a amostra biológica do morcego para um laboratório em Belo Horizonte, onde o resultado para raiva deu positivo. 

De acordo com o CZZ, esse é o primeiro caso de raiva registrado neste ano no município. Em 2018, houve um, constatado também em um morcego, no bairro Jaraguá I. 

Para evitar a disseminação da doença, na última sexta-feira o CCZ recolheu três cães de rua que ficavam na rua João Pinheiro para a realização de testes e imunização. No sábado, o centro imunizou 252 cães e gatos – a vacinação ocorreu na Escola Estadual Francisco Sá, próxima ao local onde o morcego foi encontrado.

Em julho e agosto foi realizada em Montes Claros a campanha de vacinação contra o vírus da raiva – 55 mil animais (cães e gatos) nas áreas urbana e rural foram imunizados. Devido à confirmação do diagnóstico no morcego, o CCZ vai dar continuidade à vacinação, visitando residências da região central. 

“É importante destacar que a vacina também estará disponível em todos os bairros, nos postos de saúde. A transmissão da raiva entre os mamíferos é feita pela saliva, mas ainda não sabemos onde o morcego foi contaminado. Acionamos o Ibama para monitorar colônias de morcegos na região”, diz o coordenador do CCZ, Flamarion Cardoso.