Minas já registra 19 mortes por meningite neste ano. Pelo menos quatro óbitos foram causados pelo subtipo meningocóci-ca. Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES), até abril foram 149 registros da enfermidade, dez deles provocados pela bactéria conhecida como meningococo.

Um caso foi confirmado na terça-feira em Nova Lima, na Grande BH. Um menino de 6 anos está internado desde o início do mês no Hospital Infantil João Paulo II, na capital. A criança tem quadro de saúde estável com melhora clínica.

Um teste havia apresentado resultado negativo para a doença, mas um novo exame realizado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) obteve resultado positivo para a bactéria Neisseria meningitidis.

Não há notificações de outros casos relacionados, por isso não há situação de surto ou epidemia da enfermidade em Nova Lima. Mesmo assim, segundo o município, todas as medidas de vigilância foram tomadas, como acompanhamento do paciente, avaliação do histórico vacinal, profilaxia dos contatos íntimos e vigilância de novos casos.

A meningite consiste no processo inflamatório das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

A doença pode ser causada por vários agentes diferentes e, também, por processos não infecciosos, como medicamentos e tumores.