Maioria dos leitos está ocupada por paciente sem vacina

Oito a cada dez pessoas internadas com Covid não tomaram nenhuma dose contra a doença

Da Redação*
O NORTE
28/01/2022 às 00:26.
Atualizado em 30/01/2022 às 01:07
 (gil leonardi/imprensa mg)

(gil leonardi/imprensa mg)

Praticamente oito a cada dez mineiros com Covid-19, internados nas UTIs ou enfermarias, não tomaram nenhuma dose da vacina. A maioria tem de 51 a 60 anos, faixa etária convocada para a imunização ainda em 2021 e que, atualmente, já poderia estar recebendo a terceira dose. 

O levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES) foi feito em 19 de janeiro, mas os dados foram repassados nesta quarta-feira (26). Na ponta do lápis, 78% dos pacientes estão sem proteção contra o vírus. 

São 324 pessoas hospitalizadas em leitos de terapia intensiva. Outros 1.426 doentes estão em vagas de enfermaria. Além disso, são 31 crianças menores de 11 anos internadas, sendo sete nas UTIs.

Ao todo, o Estado tem 437 pessoas internadas com Covid em UTIs, entre não vacinadas, imunizadas com apenas uma dose e dose única ou com as duas aplicações. Nas enfermarias, são 1.799 pacientes. Não há informações de doentes que receberam o reforço (3ª dose).

Em Montes Claros, não existe um levantamento semelhante, que mostre o perfil das pessoas internadas pelo coronavírus – se foram imunizadas ou não.

Segundo balanço referente ao dia 25 de janeiro, 84 pessoas estavam hospitalizadas por Covid na cidade. Desse total, 46 estavam em leito clínico, 20 em UTI adulto e 18 em leitos pediátricos.

O município bateu, nesta semana, recorde de novos casos confirmados da doença. Na última terça-feira, foram registradas 747 ocorrências – o maior número diário desde o início da pandemia.

O momento, considerado uma nova onda por infectologistas, é consequência das festas de fim de ano e flexibilização da população com os cuidados, como distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos.
 
FORA DA CAMPANHA
No entanto, a situação só não é mais grave em função do avanço da vacinação. Mas ainda há pessoas que insistem em não tomar as doses dos imunizantes, colocando em risco a si e aos que convivem com elas.

Diante da descrença ao imunizante, o governador Romeu Zema (Novo) mandou um recado à população durante entrevista coletiva, nesta quinta-feira (27). “O que nós estamos assistindo é uma sobrecarga em alguns momentos devido algumas pessoas não darem crédito para a ciência. E o que nós sabemos até o momento sobre vacinas é que foram desenvolvidas por cientistas, por pessoas capacitadas, e não por curandeiros. Então, temos que dar crédito”, afirmou o gestor.

Minas possui hoje mais de 2,5 milhões de pessoas que já poderiam receber o reforço da vacina contra a Covid-19 e ainda não tomaram a terceira dose. “Temos dose de adultos sobrando no Estado e, por isso, temos que incentivar a vacinação”, afirma o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti.

Em Montes Claros, 318.085 pessoas tomaram a primeira dose, 293.819 receberam a segunda e 65.898 já buscaram a dose de reforço. No Estado, são cerca de 4,6 milhões de pessoas contempladas com o reforço no território. Ao todo, são 16,7 milhões de moradores imunizados e 15,3 milhões com duas doses. A Janssen foi administrada em 501 mil cidadãos. 

*Com Luiz Augusto Barros, do Hoje em Dia

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por