Os sentimentos que nutrimos dentro da gente podem nos fazer bem ou exatamente o contrário, nos adoecer, levando ao surgimento das doenças psicossomáticas.

São desordens emocionais ou psiquiátricas que afetam também o funcionamento dos órgãos do nosso corpo.

Dentre os sintomas mais comuns estão dores de estômago, de cabeça, alergias sem causa aparente e até questões mais simples, como queda de cabelo e manchas na pele.

Em geral, são problemas que exames de rotina não acusam. “Estar sob forte pressão no trabalho, ter passado por um rompimento amoroso abrupto, pela perda de um ente querido ou estar com problemas financeiros são situações que podem levar o indivíduo a uma condição de estresse, ansiedade e tristeza tão graves que o corpo acaba absorvendo os desequilíbrios emocionais e mentais”, explica a psicóloga pós-graduada em Psicossomática Contemporânea, Flávia Teixeira.

Mestre em saúde coletiva, ela enumerou as cinco doenças que mais apareceram durante a pandemia, este ano, e as causas delas.