Nada como tirar dúvidas sobre uma questão que aflige a todos em uma área aberta, debaixo dos pés de manga, recebendo informações seguras. Esse foi o cenário escolhido pela Funorte São Luís para esclarecer os colaboradores sobre os riscos e formas de proteção contra o novo coronavírus.

O bate-papo aconteceu no fim da manhã de ontem no pátio da instituição, respeitando todas as normas de distanciamento e prevenção contra a Covid-19. Foram apresentadas aos funcionários as medidas preventivas, aspectos emocionais decorrentes desse período de quarentena, como superar as dificuldades e, ainda informações sobre o vírus. 

O evento teve o apoio das coordenações de Enfermagem e Psicologia da instituição. 

Para a diretora Administrativa Financeira da Funorte, Sabrina Gonçalves, a organização da palestra foi importante para reforçar pequenas questões.

“Discutimos sobre os aspectos emocionais e de saúde em relação à Covid-19. Achamos importante trazer esse tema aos nossos funcionários, apesar de estarmos em plena pandemia e ser um assunto muito difundido por informações na internet e redes sociais. Trouxemos algo mais próximo a eles, para reforçar a necessidade do uso de máscaras, higienização da mãos e o cuidado no ambiente de trabalho durante o lanche. Acreditamos que conseguimos cumprir com o objetivo da palestra”, afirma.
 
ADAPTAÇÃO
Para o colaborador do Departamento de Análises e Soluções Financeiras da Funorte, Ranielson Alves Ferreira, eventos como esse são muito importantes. “É muito bom saber que a empresa também está ciente da situação e tem feito melhorias para se adaptar a esse novo jeito de viver, atender e trabalhar. Afinal de contas, vivemos um momento complexo e a Funorte, como sempre, vem se adaptando, melhorando e passando por todas as dificuldades. Até mesmo porque temos que seguir e os colaboradores precisam estar bem mais equipados e bem mais amparados e cientes de como são todos os procedimentos. Tudo isso contribui para que tenhamos mais disciplina e cuidado no nosso dia a dia para que possamos permanecer saudáveis. Se cada um fizer a sua parte, vamos seguir firmes e fortes enfrentando esse momento difícil acarretado pela pandemia”, avalia.

Para o enfermeiro e professor do curso de Enfermagem da Funorte e Fasi e do Colégio Indyu, Mozart Araújo, foi muito importante o treinamento. “O objetivo principal era treinar a todos quanto aos cuidados importantes durante a pandemia, direcionado ao retorno ao trabalho. Muitas vezes entramos no trabalho e estamos desprevenidos. Estes cuidados que foram prestados teve o objetivo de fazer com que essas pessoas tenham um conhecimento mais amplo, principalmente no conhecimento em reduzir e prevenir o potencial de contaminação”, disse.