Eleições 2022

Montes-clarenses justificam escolhas

Bolsonaro ou Lula? Quem vence no domingo? Eleitores dizem como definiram seu candidato

Márcia Vieira
Publicado em 28/10/2022 às 22:29.
 (FOTOS: MÁRCIA VIEIRA E ARQUIVO PESSOAL)

(FOTOS: MÁRCIA VIEIRA E ARQUIVO PESSOAL)

Véspera de segundo turno da eleição para presidente: o que o montes-clarenseespera do próximo presidente? De um lado há os que acreditam que o país teve crescimento e dizem votar pela reeleição de Jair Bolsonaro (PL). Do outro, uma grande parcela de eleitores que quer mudança e aposta em Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

A jornalista e médica Mara Narciso declara o voto em Lula e diz que está emocionada com a reta final das eleições. Para ela, o que faz a diferença na sua decisão é o programa de governo e estilo do candidato. 
“Um lado está mostrando um jeito autoritário com perdas de direitos e o outro está mostrando um Brasil de oportunidade para todos com ações sociais. O lado humanista, solidário e da empatia de ficar no lugar do outro. Isso é extremamente importante para o meu voto”, ressalta. 
Para o pastor Gilson Coimbra, a economia do país está tranquila. E este é argumento dele para votar em Bolsonaro.

“A economia já está crescendo, o presidente enfrentou a pandemia, não deixou ninguém passar fome Todas as pessoas que podiam receberam auxílio e vi na TV que o desemprego diminuiu”, destaca. 
Em um quiosque de shopping, as vendas de produtos esportivos vêm ocorrendo de maneira diversa. A proprietária Isabela Sacramento conta que alguns compram ressaltando que é ano de Copa – e não pela política. Outros deixam claro que levam devido ao fato de o eleitorado do atual presidente usar a bandeira do Brasil como símbolo. 

Questionada sobre sua escolha nas urnas, ela diz que quer ver mudança e desde o primeiro turno optou pelo candidato do PT. Para ela, o atual presidente deixa a desejar quando pratica o que considera uma política de exclusão. ”Quero uma política para todos e não uma que exclui metade da sociedade”, afirma Isabela. 

A vendedora Letícia Veloso justifica a escolha por Bolsonaro. “Sou cristã, acredito na família, nos bons costumes. Acredito que o país já melhorou bastante e vai continuar melhorando. Ele defende várias coisas em relação a criação dos meus filhos. Acredito nas propostas dele, ao contrário do oponente”, explica.diz Letícia, que contou não ler muitas notícias para não se confundir. “A maioria dessas mensagens porque a gente não sabe no fundo o que é verdade e o que não é na maioria delas.Já tenho minha ideia formada e sinto verdade no meu candidato”. 
 
VOTO NULO
Há ainda uma parcela da população que prefere anular o voto. Os amigos P. L., T.H. e J.V., que preferem manter o anonimato, dizem não votar em nenhum dos candidatos porque não se sentem representados. A ação foi combinada entre eles. “Fomos às urnas no primeiro turno e votamos. Agora, vamos anular , porque nenhum dos dois candidatos é aquele que queríamos. Mesmo que a gente seja minoria, vamos anular o voto”, disse T.H.
 
PREPARAÇÃO
No primeiro turno, de acordo com informações de Helen Guimarães, do Cartório Eleitoral da cidade, foram 19% de abstenções em Montes Claros. De um total de 288.199 eleitores, 233.428 compareceram, o que dá um percentual de 80% do eleitorado. 
E 54.770 pessoas deixaram de votar. Foram instaladas 933 seções eleitorais e aproximadamente 1100 urnas nas cidades que compõem a região. 

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por