Governo abre licitação para reformas na cadeia pública

Jornal O Norte
01/08/2005 às 16:32.
Atualizado em 15/11/2021 às 08:49

Eduardo Brasil


Repórter


eduardo@onorte.net

Apesar da demora do governo Aécio Neves - PSDB em praticar as medidas anunciadas ainda no início do ano para o combate ao aumento da violência e da criminalidade em Montes Claros, a vereadora Fátima Pereira - PTB, vice-presidente da câmara municipal, mesmo que também impaciente com a morosidade do estado diante dos índices delituosos que continuam crescendo de forma assustadora e banalizada, portanto, mais preocupante, entende que a burocracia e outras dificuldades impedem que o palácio da Liberdade cumpra suas metas no prazo emergencial que a situação exige.

Ela, no entanto, observa que o estado já teria atendido algumas das reivindicações que os vereadores levaram pessoalmente às autoridades governamentais no primeiro semestre deste ano. O envio de agentes penitenciários, que estariam assumindo suas funções gradativamente na cadeia pública, liberando detetives e policiais civis para as suas reais ocupações, seria uma delas.

- Além disso, estou sendo informada, pela secretaria de estado de Obras, da abertura de licitação para posteriores serviços no prédio da cadeia pública de Montes Claros, uma das solicitações que a câmara levou ao governo.

De acordo com a correspondência enviada à vereadora petebista, pelo secretário Agostinho Patrus, na última quarta-feira, o estado já abriu processo de licitação para dar início às obras de reforma e de reestruturação do prédio da cadeia pública, incluindo a construção de uma passarela para aumentar a vigilância ao longo de toda a construção carcerária.

Serão recursos que totalizarão exatos R$ 119.998.42. As obras, apesar de serem paliativas, acredita a parlamentar, já permitirão maior segurança no presídio, levando mais tranqüilidade aos moradores da região, que não raramente são surpreendidos com a fuga de presidiários.

- Mas a solução seria a construção de uma nova cadeia, tanto pela vulnerabilidade da atual como pela limitação que ela tem para acomodar os presos. Hoje, o número de detentos está acima da capacidade - ressalta a parlamentar.




De acordo com Fátima Pereira, o governo vai liberar 120 mil reais para as obras


(Foto: Saramone Xavier)

CENTRO DO MENOR

Fátima Pereira entende que a demora do governo em atender na íntegra a lista de reivindicações feitas pelos vereadores - aumento do contingente policial, de viaturas e de armamentos para as polícias militar e civil, entre outras, se justificaria principalmente por que algumas são de efetivação mais complexa, como, por exemplo, o funcionamento do Centro de recuperação do menor infrator.

Apesar de o prédio da unidade, voltada para a reeducação de delinqüentes juvenis, e ao mesmo tempo para conter o aumento do contingente de menores que passam a cursar o caminho da marginalidade, suas atividades ainda dependem de alguns detalhes, como mobiliário adequado e quadro de funcionários qualificados. Para a vereadora, essa demora era prevista, inclusive.  

- Construir é fácil, apesar de as obras terem se arrastado por um período bastante longo. O funcionamento, no entanto, depende de vários aspectos que possam assegurar uma ação positiva. A seleção de recursos humanos deve ser criteriosa. O perfil do profissional a ser contratado deve corresponder às funções que desempenhará. Ele vai lidar com menores em situação de risco social que exigem uma assistência especial - acrescenta.

A parlamentar petebista acredita que até setembro o Centro de recuperação estará em pleno funcionamento, atendendo a quase cem menores infratores, alguns de alta periculosidade.

- São menores que exigem um tratamento altamente criterioso. São vidas humanas que precisam ser poupadas de maiores conseqüências sociais - conclui Fátima Pereira. 

O governo já teria promovido a licitação para compra dos equipamentos necessários e estaria providenciando a composição quadro de funcionários que atuarão na unidade de reeducação, erguida no bairro Distrito Industrial. Os menores apreendidos serão assistidos por psicólogos, médicos, professores, nutricionistas, dentistas, entre outros profissionais.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2023Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por