Política

Bolsonaro recebe honraria em MOC, mas sem cerimônia

Agenda apertada na cidade permitiu apenas rápidos discursos, passeios de moto e à cavalo

Alexandre Fonseca
Publicado em 05/08/2022 às 22:26.
 (Alexandre Fonseca)

(Alexandre Fonseca)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma passagem meteórica por Montes Claros nesta sexta-feira. Em pouco mais de três horas, tentou cumprir a agenda programada: se encontrou com lideranças, recebeu – sem cerimônia – uma honraria, discursou para apoiadores e deu um rápido passeio acompanhado por centenas de motociclistas que o aguardavam na avenida Deputado Plínio Ribeiro.

Foi a primeira vez de Bolsonaro na cidade. Ele chegou por volta das 14h45 e, rapidamente, visitou a reforma do Aeroporto Mário Ribeiro da Silveira. Lá, se encontrou com lideranças religiosas da região. 
 
MOTOCIATA
Do aeroporto, seguiu para o centro de convenções, onde discursou para lideranças e apoiadores, além de receber o diploma Antônio Lafetá Rebello, concedido a pessoas que contribuem para o desenvolvimento de Montes Claros. A honraria é uma promoção da Associação dos Municípios da Área da Sudene em Minas Gerais (Amams) 

No caminho para o Parque de Exposições, onde era aguardado por centenas de pessoas, parou para cumprimentar e dar uma volta de moto, seguido por dezenas de motociclistas.
 
“SEGUNDA VIDA” 
No discurso para os apoiadores que o aguardavam no Parque de Exposições, lembrou que Minas Gerais faz parte de um capítulo importante da história dele.

“Meus conterrâneos, satisfação muito grande retornar a esse estado onde consegui uma segunda vida. Tenho Minas no mais alto conceito”, ressaltou, referindo-se ao fato de ele ter sido esfaqueado em Juiz de Fora, durante a campanha eleitoral de 2018 - Adélio Bispo, responsável pela facada, é de Montes Claros.

‘Patriotismo e liberdade’ 
Durante a passagem por Montes Claros, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o Brasil não sofre mais com o preço dos combustíveis.  

“O mundo todo vem sofrendo com combustíveis. O Brasil já saiu dessa crise”, afirmou.

A fala aconteceu durante discurso para apoiadores no parque de exposições. 

O candidato à reeleição esteve acompanhado do candidato a vice-presidente, general Braga Netto, com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e com o senador Carlos Viana, candidato do PL ao governo de Minas –a quem o presidente declarou apoio no início da semana. 

Durante um dos discursos de Bolsonaro na cidade, Viana passou mal e chegou a vomitar. De acordo com a assessoria do senador, ele sofreu uma indisposição estomacal. 

No parque de exposições, o presidente fez um breve discurso, de cerca de dois minutos, em cima de um palco montado no gramado. Foi bastante aplaudido pelos apoiadores - boa parte agitando bandeiras do Brasil –especialmente quando falou sobre patriotismo e liberdade. “Um país livre, democrático, rico e cristão. Ninguém no mundo tem o que nós temos. Em especial, este povo que respira patriotismo e liberdade”, disse. 

A programação terminou por volta das 16h30. O presidente seguiu direto para o aeroporto, de onde decolou, no avião presidencial, para São Paulo - de acordo com a agenda divulgada pelo governo. (AF)

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por