Quem perdeu o prazo para o cadastramento biométrico, que terminou na última sexta-feira, terá uma nova chance para regularizar a situação e assim garantir o direito de votar nas eleições deste ano, quando serão escolhidos prefeitos e vereadores. 

É que começou ontem o período dado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) para o cidadão regularizar o título. Ele pode procurar o cartório eleitoral para tirar a primeira via do documento, atualizar o endereço ou dados pessoais e pedir transferência de domicílio eleitoral. Agora, poderá também fazer a biometria. O prazo encerra em 6 de maio. 

O cadastramento biométrico é obrigatório para votar nas eleições em 2020 em 62 municípios – 11 ficam no Norte de Minas. 
 
DE ÚLTIMA HORA 
Nos últimos dias, o cartório eleitoral ficou lotado, com filas quilométricas – alguns eleitores chegaram a ficar dez horas na fila para serem atendidos e fazerem a biometria. 

Mesmo assim, na região, somente duas cidades – Francisco Dumont e Mamonas – atingiram 100% dos eleitores cadastrados. 

Montes Claros foi a cidade da região com a menor procura pelo cadastramento biométrico – 51.601 eleitores deixaram de passar pelo processo no prazo regulamentar. Significa que a adesão ao cadastro foi de 81,54%. 

A chefe de cartório eleitoral, Cirleide Lacerda, explica que mesmo com o grande número de não cadastrados, a cidade terá segundo turno este ano.

“Nossa meta era cadastrar pelo menos 80% dos eleitores, assim manteríamos o segundo turno na cidade. Para tal, fizemos incansáveis plantões”. As filas, explica, aconteceram devido aos eleitores que deixaram o cadastramento para a última hora, inviabilizando o agendamento. 

Quem não regularizar a situação desta vez terá o título cancelado e ficará impedido de votar nas eleições de outubro. Além disso, só com o título regular é possível tirar documentos como passaporte e CPF.

De 7 de maio até o fim da eleição, o Cartório Eleitoral ficará fechado. Durante esse período, nenhuma alteração poderá ser efetuada no registro do eleitor.

Veja os índices de biometria alcançados em outras cidades da região: Mirabela (85,69%), Patis (90,24%), Engenheiro Navarro (82,18%), Bocaiuva (81,78%), Itacambira (99,87%), Olhos d’Água (99,93%), Glaucilândia (99,79%) e Espinosa (99,97%).