A uma semana das eleições municipais, o Cartório Eleitoral de Montes Claros está em fase final de preparação das cerca de mil urnas que serão utilizadas no processo do próximo dia 15. Cada uma das três Zonas Eleitorais do município – 184º, 185º e 317º – terão à disposição cerca de 300 urnas. Outras 30 ficam de reserva, as chamadas “urnas de contingência”, que poderão ser utilizadas em caso de defeito das demais.

O Foro Eleitoral 317º tem 113.269 mil eleitores. A Zona 184º, que inclui os municípios de Itacambira, Glau-cilândia e Claros dos Poções, tem 85.155 eleitores de Montes Claros, e a Zona 185º, que abarca também as cidades de Mirabela, Patis e Juramento, tem 80.250 eleitores de Montes Claros.

Segundo Rodrigo Alves, analista judiciário do TRE-MG, todo o processo é feito de maneira transparente e são vários os mecanismos utilizados para evitar a fraude. “Uma coisa importante a dizer é que é muito difícil ter fraude na urna eletrônica. E mais difícil do que isso é haver tentativa de fraude sem deixar rastro. Se alguém tentar burlar o sistema, não vai conseguir, porque a urna eletrônica conta com criptografia de ponta a ponta. O teclado do mesário tem criptografia, o terminal do mesário, do eleitor, a placa mãe da urna, enfim, qualquer alteração é rejeitada pelo sistema”, explica Rodrigo.

As urnas já preparadas com todos os dados inseridos estão guardadas no Cartório Eleitoral. No dia da votação, elas serão conduzidas aos locais com acompanhamento da Polícia Militar.

De acordo com o analista, foi exigido um trabalho mais complexo e que demandou mais tempo em razão da Covid-19. “Já tínhamos uma logística muito puxada e houve um acréscimo, que foi a distribuição dos materiais de higiene e proteção que estarão em todas as seções eleitorais. Então, tivemos um pouco mais de trabalho, mas está tudo caminhando bem”, pontuou.
 
DIFERENCIAL
Pessoas com dificuldade de mobilidade ou com algum tipo de deficiência terão um atendimento específico. “Teremos os coordenadores de acessibilidade que ficarão nos locais de votação para auxiliar as pessoas com deficiência. Foram realizados treinamentos virtuais com os presidentes de seção e, a partir deste sábado, teremos mais reuniões com coordenadores e colaboradores para auxiliar os mesários”, diz Rodrigo.

A votação se encerra às 17h e a apuração começa imediatamente, assim que as memórias de resultado chegarem ao cartório. Ao contrário dos outros anos, em que eram montados telões para acompanhamento da apuração, o número de pessoas no local será limitado. A previsão é de finalizar a apuração por volta das 20h.

Mudanças em locais de votação

- A seção da Escola Montessori Pedacinho do Céu foi transferida para a Escola Estadual Gonçalves Chaves, localizada na Praça Dr. João Alves, 14, Centro.

- As seções da Escola Estadual Carlos Versiane foram transferidas para a E.E. Dom João Antônio Pimenta, localizada na rua Viúva Francisco Ribeiro, 180, Centro.

- As seções do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e do Cemei Manoel Caribé Filho foram transferidas para a E.M. Hilda Carvalho, que fica na rua Argentina, 395, bairro Dr. João Alves.

- A seção da Creche Estrela da Esperança foi transferida para a E.E Antônio Canela, localizada na avenida Nossa Senhora de Fatima, 2239, São Geraldo.

- Zona 317ª - As seções da Escola Técnica do Alto São João foram transferidas para o Colégio Otto, localizado na rua Hildeberto de Freitas, 54, bairro São José.