Aldeci XavierJornalista, articulista, analista político e empresarial | aldecixavier@gmail.com

Compondo cenário

09/06/2022 às 00:43.
Atualizado em 09/06/2022 às 08:45

Tenho recebido pedidos inusitados para divulgar notas de determinados pré-candidatos. Em respeito ao leitor, tenho me preocupado em divulgar somente fatos relacionados aos que de fato estão nos holofotes do processo. Não é nenhuma novidade afirmar que a maioria está entrando apenas para compor o cenário, sonhando em se posicionar bem, para disputar a eleição ou reeleição de 2024, ou negociar emprego com um dos eleitos.

 
Fora PT e Kalil
Como já era esperado, o evento ocorrido na manhã de ontem (8) na Cidade Administrativa de Montes Claros (prefeitura) teve como tema central a crítica ao governo petista no Estado e a união com o candidato Kalil (PSD). Os ataques começaram com o prefeito Humberto Souto, que pronunciou remotamente, declarando publicamente apoio a Zema (Novo) e acusando o governo petista de ter “surrupiado as prefeituras e de ter depredado o Estado”. Zema foi na mesma toada. Mais detalhes na próxima coluna.
 
Efeito Zema
Tem gente que gravita em torno do processo político tentando injetar ânimo em candidaturas ao governo de Minas, citando como exemplo o pleito de 2018, quando a disputa estava entre o então governador Fernando Pimentel (PT) e o senador Antonio Anastasia (PSDB). É preciso entender que cada eleição tem a sua própria história e ela não se repete. De mais a mais, foi uma situação atípica, onde maioria do eleitorado não era simpático a nenhum dos nomes. A retirada do páreo de Márcio Lacerda (PSB), mais bem avaliado na ocasião, permitiu que o empresário Zema (Novo) fosse a opção. Hoje, de acordo com o desenho do quadro, e os nomes apresentados, dificilmente surgirá uma terceira via. Nas pesquisas, Zema tem aparecido com a média de 45% da intenção de votos, contra 22% de Kalil. Na prateleira de baixo, o mais bem avaliado é o senador Viana, com 4%.
 
Kalil e Pimentel
Nos bastidores da política da capital, a informação é a de que a engenharia política da campanha ao governo de Minas do PSD monta estratégia para descolar a imagem do ex-governador Fernando Pimentel (PT) de Kalil. Do outro lado do balcão, a intenção do grupo de Zema (Novo) é o de tentar mostrar que os dois estão no mesmo barco. Vale lembrar que Pimentel faz parte da coligação na chapa proporcional como candidato a deputado federal.
 
Francisco Sá
Iniciamos na coluna comentários relacionados aos prefeitos do Norte de Minas que estão sendo bem avaliados, tanto pelos munícipes como pela região. Vários leitores citaram o nome do prefeito de Francisco Sá, Mario Osvaldo Casasanta, que tem feito um trabalho elogiável. A este respeito, vale lembrar que a sua boa administração vem desde a legislatura passada, o que resultou na sua reeleição.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por