Aldeci XavierJornalista, articulista, analista político e empresarial | aldecixavier@gmail.com

Análise política

Publicado em 04/10/2022 às 00:30.

No decorrer da semana, analisaremos com detalhes as eleições, especialmente as candidaturas do Norte de Minas, que fizeram parte dos holofotes do processo. Para que o eleitor entenda os comentários que faremos, é importante que tenha conhecimento da votação e de um paralelo entre as eleições de 2018 e 2022.
 
Estadual
Em 2018, o deputado Arlen Santiago (Avante) foi eleito com 82.130. Este ano, foi reeleito com 107.236. Tadeuzinho foi reeleito com 72.267 votos (em 2018 obteve 96.862). Gil Pereira (PSD) que em 2018 obteve 52.146, teve 88.393. Eleita em 2018 com 51.407 votos, Leninha este ano conseguiu 65.864. Zé Reis (Podemos) de 45.746 passou 48.773, Deputado Carlos Pimenta (PDT), que em 2018 foi eleito com 43.492 votos, recebeu 35.037.
 
Novato
Em relação aos dois novos candidatos que chegam à Assembleia para representar o Norte de Minas, este jornalista já havia previsto. Ricardo Campos (PT) foi eleito com 43.690 votos, enquanto que Oscar Lisandro Teixeira obteve 34.442.
 
Estaduais em MOC
Nas eleições para deputado estadual em Montes Claros em 2018, Gil Pereira conseguiu 16.349, e este ano 26.098. Leninha recebeu 22.560 em 2018 e este ano, 25.139. Tadeuzinho aumentou de 10.364 para 12.739. Carlos Pimenta pulou de 9.390 para 14.609. Arlen Santiago, que em 2018 conseguiu 7.213, este ano obteve 6.476. Zé Reis, que conseguiu 1.730 votos em 2018, teve 1.380.
 
Federal da região
Em 2018, o deputado Paulo Guedes (PT) que foi eleito com 176.841 votos, perdeu quase 40 mil ficando com 134.494. Tinha muita gordura para queimar. O deputado Marcelo Freitas (UB),eleito em 2018, com 58.176, pulou em 2022 para 82.894.
 
Federal em MOC
Marcelo Freitas que em 2018 obteve 21.971 votos, agora em 2022 caiu para 16.600. O mesmo aconteceu com Paulo Guedes que em 2018 obteve no município 20.623, caiu para 15.091 votos. Vale salientar que o mais votado entre os federais foi o jornalista Délio Pinheiro que teve basicamente o dobro dos outros candidatos, com 39.288 votos. O vereador Rodrigo Cadeirante (Rede) conseguiu no domingo 20.512 votos, seguido de Marcelo Freitas com 16.600 e Paulo Guedes, com 15.091. Ainda entre os bem avaliados está o ex-deputado Ruy Muniz (Avante) que conseguiu 12.317 em Montes Claros.
 
Délio Pinheiro destaque
A surpresa das eleições este ano no Norte de Minas foi o jornalista Délio Pinheiro, que mesmo se candidatando pela primeira vez, conseguiu 56.891. Acabou sendo prejudicado pela legenda e a distribuição de acordo com o quociente eleitoral.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por