Terezinha Camposterezinhaorquidea@gmail.com

O Parque Estadual da Lapa Grande

Publicado em 29/09/2022 às 23:43.

O Parque Estadual da Lapa Grande Paulinho Ribeiro (PELG) abriga importante remanescente do bioma Cerrado e áreas de Mata Atlântica, através do cerrado típico e de sua exuberante floresta estacional decidual (mata seca) e semidecidual (mata ciliar) e vegetação rupestre. Caracteriza uma área de transição que apresenta paisagens distintas nas estações seca e chuvosa, abrigando elevada diversidade, além de espécies endêmicas e migratórias da fauna e flora, justificando a relevância da unidade de conservação para a proteção de espécies ameaçadas de extinção e seus processos ecológicos.

As paisagens do PELG, caracterizadas pela heterogeneidade ambiental, apresentam significativo interesse ecológico para a fauna e flora. Abrigam diversas espécies de interesse para a conservação, a exemplo do gavião-de-penacho (em perigo) e do macaco-prego-de-peito-amarelo (em perigo, vulnerável e de relevância regional), inclusive cavernícolas endêmicas, funcionando como santuário natural exuberante e de extrema relevância e magnitude.

O PELG é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral localizada na região norte de Minas Gerais, abrangendo Montes Claros, com uma área de 15.362.19 hectares, inserido na bacia hidrográfica do rio São Francisco, nas microbacias afluentes dos rios Verde Grande e Jequitaí, pertencente ao bioma Cerrado. Integra, ainda, a Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço.

Foi criado pelo Decreto Estadual nº 44.204 de 10 de janeiro de 2006 e ampliado pelo Decreto 46.692 de 29 de dezembro de 2014. Tem como objetivos preservar os recursos hídricos do rios Lapa Grande e Cedro, essenciais para o abastecimento de Montes Claros, além da proteção das belezas cênicas do processo cárstico de grutas e sítios arqueológicos e paleontológicos, bem como da biodiversidade potencializada pelo encontro dos biomas Cerrado e Mata Atlântica e, também, pelo patrimônio histórico- cultural evidenciado pelo casarão centenário das Quebradas. O PELG possui forte aptidão para o lazer, esportes de aventura, educação ambiental e pesquisa, promovendo benefícios às presentes e futuras gerações.

O parque possui papel fundamental e localização estratégica para recarga hídrica superficial e do lençol freático, tanto pela conservação e restauração da cobertura da vegetação como também pela formação cárstica, com drenagem através de sumidouros e ressurgências, contribuindo para a manutenção destes mananciais, cuja produção e captação de água garante o abastecimento de cerca de 35% da população de Montes Claros, mesmo em épocas de estiagem.

Sua abundância hídrica em meio ao polígono das secas, além de enriquecer a beleza da paisagem, preserva grande quantidade de nascentes e contribui localmente para os rios Lapa Grande e Cedro e, regionalmente, para os rios Verde Grande e Pacuí.

Venha conhecer esse patrimônio histórico!

Texto extraído de folhetos distribuídos na chegada ao Parque, após assistir um pequeno histórico em vídeo sobre o lugar.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por