Alexandre FonsecaJornalista, mestre em literatura e doutorando em literatura

Ele chorou de amor

Publicado em 05/08/2022 às 22:33.

Chora, amigo. Chora que o choro lava a terra seca e tira a tristeza do olhar. Arrebenta essa lágrima reprimida, como água suja e pesada que fica entalada nos encanamentos dos prédios, juntando lodo e outras porcarias.  

Chora, meu amigo. Chora com toda sua força para se livrar dessas águas empoçadas que não irão mover nenhum dos teus moinhos ou regar alguma de suas plantas. Sabe, o córrego precisa estar limpo para que água nova venha pura. Chora, porque amor também tem choro bom, quente, como gotas de verão que a gente coloca na língua. E como as águas de verão que levam embora os troncos e as folhas mortas nos rios, deixa suas lágrimas levarem tudo que é morto e inútil. E você sabe de quais inutilidades estou falando, porque a gente sempre sabe essa resposta.

Chora, amigo. Chora que o tempo é curto. Mas, chora com vontade, sem farsa, sem papel de teatro. Deixa essas lágrimas, que agora são amargas, saírem para vir lágrimas novas, puras e adocicadas. O choro é o terremoto da alma. Existem terremotos que nos arrebentam por dentro e que destroem tudo. Outros, pelo contrário, colocam as coisas no lugar em que elas deveriam estar. Chora, amigo, porque eu acho lindo homem chorar por amor.  

Lindo demais ver a cabeça de um Hércules derramar água pelos olhos. Se Hércules tivesse chorado, talvez de verdade, tenho certeza que desse choro teria brotado um rio ou um mar ou uma fonte de águas boas. Tem vergonha não, amigo! Chora de amor, pois é lindo. Imagina como o mundo seria mais bonito se Sansões chorassem de amor e não pela perda de suas forças.

Chora, porque a correnteza das suas lágrimas vai trazer novos barcos, jangadas, navios, canoas para teus rios, teus caminhos secretos embrenhados no mato, em seu manguezal fértil de sentimentos. Chora, porque a vida é breve. Se eu pudesse, choraria de amor com você, porque seríamos dois homens chorando, e o mundo se compadece demais quando dois homens choram de amor, mas eu ainda não amo como você ama.  

Chora, meu amigo, porque, ao contrário do que dizem, chorar é uma expressão sutil e honesta de coragem.  

O choro de amor é o néctar dos heróis.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por