Pedro MartinsEscritor, Ciências Jurídicas e Agronômicas

Lavoura

Publicado em 27/12/2022 às 22:36.

Na lavoura estamos diante da produção. De um sistema aberto, em que múltiplos fatores envolvem a produção do que se pretende. Mas está evidenciado apenas na ponta da caneta e no enchimento das sacas, pois da lavoura advém muitos outros processos paralelos.

É notório que, diante da concepção de lavoura, imaginamos a produção vegetal e o que o senso comum nos leva a imaginar. Mas o que não levamos em conta é que a lavoura, pela natureza dos seus processos, traz muitos benefícios à humanidade.

Não restringindo à alimentação. Temos a dinâmica de ciclagem de carbono e nitrogênio. A participação efetiva de micro-organismos. A produção de matéria vegetal. O aprisionamento do carbono. O ciclo da água, além da agregação constante do solo cultivado.

Assim também o é. Em qualquer sistema aberto em que estamos inseridos verificamos muitas coisas ocorrendo simultaneamente, de tal forma que, raramente, perceberemos a extensão do que representa alguma tarefa cotidiana. Muitas vezes pensamos, exclusivamente, no resultado.

Para fins de comparação, imaginemos um rancheiro responsável pela escovação de cavalos. Por vezes, o foco acaba sendo apenas a escovação, mas nos intercursos, realiza manejo dos equinos, aprimora conhecimentos em raças, pelagens e características dos cavalos, adquire respeito dos animais para com si mesmo e, na medida em que tudo ocorre, a escovação da pelagem acaba sendo um acessório para, cada vez mais, escovar suas próprias filosofias e objetivos.

Por mais simples que seja a tarefa, pode representar um ofício que cada vez mais se integra com o cotidiano de um rancheiro e, na medida em que se incrementam algumas potencialidades, um sistema até então forçadamente fechado, se torna amplitude do auge do nosso próprio existir.

Essa, talvez, seja a importância de ser um eterno aprendiz, estudante da academia do cotidiano e estagiário da vida. Afinal de contas, a presunção de quem crer saber demais, acaba se esbarrando em uma prepotência afiada, que cada vez mais, agulha os dedos dos que estão envolta do maestro de seu próprio fracasso.

Vivemos em um sistema aberto, e por mais que queiramos nos isolar ante as influências externas, e por maior que seja a teimosia em focar apenas no resultado esperado, existem vias oblíquas que não nos permitem contemplar tudo além do nosso próprio foco.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2023Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por