Galdino: um homem de ferro

Vitrine Literária / 24/09/2020 - 00h02

É muito gratificante quando a gente lê um livro que valoriza as pessoas, principalmente em se tratando de família. Pois este é o caso do livro “Correios Galdino: um homem de ferro”, do acadêmico José Ferreira da Silva. Na verdade, a presente obra não tem a pretensão de ser um trabalho genealógico de profundidade maior. O intuito do autor foi apenas o de criar um Álbum de Família que, mesmo com a sua simplicidade na narrativa dos fatos, ela fosse a aspiração de uma pesquisa familiar que animou o autor pela sua concrescibilidade. Desta maneira, o livro avulta para o mundo moderno, mostrando para as novas gerações a cultura de um povo com as suas tradições e os seus costumes.

Por outro lado, é importante salientar que a paixão cultuada pelas letras acadêmicas fez com que o autor palmilhasse uma distância considerável na procura das informações necessárias para o seu trabalho. Nota-se que a leitura deste livro, que ora instrui, que sempre educa e que faz bem ao espírito humano, serve ao mesmo tempo como entretenimento para as horas de lazer. O autor foi muito feliz quando fez a opção pelo tema dos Estudos Genealógicos. Pela sua fecundidade de imaginação e pelo seu estilo na concepção dos módulos que fazem parte da obra, podemos dizer que ele se imiscui de corpo e alma neste trabalho. Não é um livro técnico, ou clássico, mas tão somente um livro necessário e oportuno.

Vale dizer que a obra de José Ferreira da Silva traz vários Álbuns de Fotografias em Família. Além dos membros familiares, outras homenagens são feitas aos amigos e aos companheiros do saudoso Galdino Ferreira da Silva, numa atitude de gratidão e de respeito mútuo. É possível que muitos desses homenageados estejam hoje num plano superior. Não obstante a isso, as lembranças de seus nomes são uma forma ímpar do reconhecimento e do carinho da família Ferreira da Silva. Talvez, o livro seja a ponte que faltava para semear as sementes que florescerão, na esperança das sombras e dos frutos que alimentarão os ávidos de conhecimentos na manhã dos que virão. 

José Ferreira da Silva é membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.

Publicidade
Publicidade
Comentários